Preserva.ME torna-se internacional

“Museus: novas reflexões e experiências” é o tema da quarta edição do Encontro Internacional sobre Preservação de Memória no Setor de Energia Elétrica – Preserva.ME 2018, que, pela primeira vez, terá palestrantes internacionais. Realizado anualmente pelo Centro da Memória da Eletricidade no Brasil, o evento acontecerá nos dias 25 e 26 de outubro, no Museu Histórico Nacional, no Centro do Rio de Janeiro.

Preserva.ME-2018-Divulgacao

O Preserva.ME 2018 apresentará 11 palestras, cobrindo diferentes ângulos e questões da área de preservação histórica em instituições de ciência e tecnologia. Anna Adamek e Shane Patey, curadora e educador da Ingenium – Corporação de Museus de Ciência e Inovação do Canadá, participam do encontro apresentando a experiência canadense na gestão de coleções temáticas de energia, assim como estratégias de engajamento de público, crowdsourcing e co-curadoria.

Representando as práticas brasileiras na área, o diretor do Museu Histórico Nacional, Paulo Knauss de Mendonça, abordará em sua palestra o valor de objetos ligados à eletricidade para a caracterização da história em diferentes épocas. Sob o mesmo viés, Marcio Rangel, museólogo do Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast), falará sobre o processo de constituição de coleções museológicas de ciência e tecnologia e a sua representatividade enquanto testemunho do desenvolvimento humano.

A discussão sobre a relevância de políticas públicas para a preservação do patrimônio cultural ficará a cargo de Simone Monteiro, coordenadora de projetos museológicos do Museu de Ciência e Tecnologia da PUC-RS. Já o tópico da divulgação científica será o ponto das palestras de Maria de Fátima Pereira, curadora de projetos Museológicos da Casa da Ciência da UFRJ, e de Miguel Cantanhede, do Espaço Ciência Viva, que apresentarão duas diferentes abordagens da popularização da ciência por meio de exposições.

O Preserva.ME é o principal evento de preservação de memória do setor elétrico brasileiro, reunindo profissionais e estudantes das áreas de história, museologia, arquivologia e biblioteconomia de todo o país. O Encontro tem como objetivo a promoção da discussão e do intercâmbio técnico entre profissionais de preservação histórica do setor elétrico, de outras áreas e pesquisadores acadêmicos. As inscrições para o Preserva.ME 2018 são gratuitas e podem ser feitas pelo endereço: www.portal.memoriadaeletricidade.com.br/preservame-2018

PRÊMIO MARIO BHERING – Com o objetivo de reconhecer boas práticas de preservação histórica no setor de energia elétrica, a Memória da Eletricidade realizará, na noite do primeiro dia do Preserva.ME 2018, a segunda edição do Prêmio Mario Bhering de Preservação de Memória. Neste ano, a Fundação Cultural Ormeo Junqueira Botelho, ligada ao Grupo Energisa, será a premiada na categoria institucional, por sua trajetória de múltiplas iniciativas de preservação histórica, desde sua fundação em 1987. A instituição será representada pela sua presidente, Mônica Botelho. Na categoria individual do Prêmio, Antônio Salmito e Heitor Gonçalves serão reconhecidos por suas doações de acervo à Coleção Pessoal John Cotrim, mantida pela Memória da Eletricidade. Cotrim foi das mais importantes figuras da história do setor elétrico brasileiro, sendo considerado o idealizador do Sistema Furnas e tendo ainda participado da construção de Itaipu.

O Centro da Memória da Eletricidade no Brasil – Memória da Eletricidade é uma entidade cultural sem fins econômicos, instituída em 1986 por iniciativa da Eletrobras, e mantida por empresas e órgãos do setor de energia elétrica brasileiro. Seu objetivo é preservar a história da formação e do desenvolvimento da indústria da eletricidade no país, editando livros (são 82 até o momento), organizando eventos como o Preserva.ME e oferecendo consultoria nas áreas de Museologia, Arquivologia e Biblioteconomia para empresas do setor elétrico e fora dele.

 

SERVIÇO

O que: Encontro Internacional sobre Preservação de Memória no Setor de Energia Elétrica – Preserva.ME

Quando: 25 e 26 de outubro, das 9h às 17h30.

Onde: Museu Histórico Nacional – Praça Marechal Âncora s/n°, Centro, Rio de Janeiro.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *