fbpx

Índice de Sustentabilidade

Pelo oitavo ano consecutivo, a Ingersoll Rand® (NYSE: IR), líder mundial na criação de ambientes confortáveis, sustentáveis e eficientes, está incluída no Índice Dow Jones de Sustentabilidade Mundo e América do Norte (DJSI). A permanente presença neste índice mostra os avanços da companhia na integração de práticas ambientais, sociais e de governança (ESG) na identidade de como a empresa atua.

“Nossas fortes práticas ambientais, sociais e de governança ajudaram a Ingersoll Rand a incorporar com sucesso a sustentabilidade em todos os nossos negócios e superar, nos últimos cinco anos, o retorno total dos acionistas no Índice S&P 500 Industrial”, disse Michael W. Lamach, presidente e CEO da Ingersoll Rand. “Empresas como a nossa, que têm a intenção e a expertise para enfrentar desafios globais urgentes como mudança climática, urbanização e escassez de recursos, estão posicionadas para crescer mais rápido que o mercado. Estamos orgulhosos pelo consecutivo reconhecimento no Índice Dow Jones de Sustentabilidade e continuamos a aprofundar nossa liderança em práticas ESG”.

Criado pela S&P Dow Jones e pela RobecoSAM, o índice de sustentabilidade é uma família de benchmarks globais para a comunidade de investidores que desejam refletir suas convicções de sustentabilidade em seus portfólios. O Índice Dow Jones de Sustentabilidade também serve como uma efetiva plataforma de envolvimento para empresas que desejam adotar as melhores práticas sustentáveis.

A colocação contínua neste índice mostra a posição da Ingersoll Rand como líder em ESG (Meio Ambiente, Social e Governança) entre empresas parceiras e o progresso em direção ao compromisso climático da empresa, entre outros fatores.

Compromisso Climático da Ingersoll Rand Em 2014, a Ingersoll Rand se comprometeu publicamente a aumentar sua eficiência energética e reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE) relacionadas às suas operações e produtos. O Compromisso Climático da empresa inclui:

-Redução de 50% na pegada de efeito estufa nos fluidos refrigerantes dos produtos até 2020 e inclusão de alternativas com menor potencial de aquecimento global (GWP) no portfólio até 2030;

-Investimento de US$ 500 milhões em pesquisas e desenvolvimento de produtos até 2020 para financiar a redução das emissões de gases de efeito estufa em longo prazo;

-Redução de 35% na emissão de gases de efeito estufa nos escritórios, instalações de fabricação e frota da empresa até 2020.

Até o momento, o Compromisso Climático da Ingersoll Rand já evitou, globalmente, a emissão de 11 milhões de toneladas métricas de CO2 de seus produtos comparado com uma linha de 2013, o equivalente às emissões da energia usada em 1,6 milhão de residências durante um ano. A empresa também reduziu a intensidade de gases de efeito estufa (GEE) de suas operações em 23% quando comparada à linha de base de 2013.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *