Menor emissão de gases poluentes

Foto: GILBERTO VIEIRA FILHO / CRÉDITO – ADRIEL DOUGLAS


Estudo realizado pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) estima que o Brasil evitará a emissão de 75,38 milhões de toneladas de CO2 até 2035, devido à crescente adesão de energia solar fotovoltaica.


Segundo o presidente da Quantum Engenharia, Gilberto Vieira Filho (foto), “a energia solar gera menor impacto ambiental, inclusive através da redução drástica de poluentes atmosféricos danosos ao clima, à qualidade do ar e à saúde, já que nosso modelo energético utiliza também Usinas Termelétricas, principalmente em períodos de escassez de chuva, enquanto a energia solar se trata de uma fonte limpa e renovável”.


Os projetos executados pela empresa apresentam cálculos de sustentabilidade, destacando a preocupação com o meio ambiente e conscientizando ainda mais os consumidores. Como exemplo, o sistema instalado na Madeireira Feltz&Feltz, com 92 painéis com potência de 24,3kWp, corresponderá em 25 anos à economia de 413.294 kg de gás carbônico (CO2) emitidos na atmosfera. Além disso, 10.605 árvores serão poupadas com a utilização da energia solar nesse prazo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.