Nova divisão de negócios

Em 2017, o Brasil foi um dos 10 países que mais investiram em energia solar, com 0,9 GW de energia instalados. Hoje, só em geração distribuída são mais de 284 MW, um aumento bem relevante para o mercado.

De olho nesse cenário, a Ledax, fabricante de luminárias em LED de alto desempenho para clientes de médio e grande porte, anuncia sua nova divisão de negócios, a Ledax Energy Solutions, que terá como objetivo gerar energia limpa e sustentável a baixo custo por meio de sistemas fotovoltaicos.

A Ledax Energy será responsável por entregar todo o projeto em turnkey, que consiste desde a importação das placas fotovoltaicas e fabricação de sistemas de fixação até a instalação e entrega do sistema funcionando ao cliente final. O valor varia de acordo com o tamanho do sistema, ou seja, quanto maior for, menor será o preço por Wp, que custa em média R$ 4,80. Após a implementação, essa solução tem vida útil de até 25 anos gerando energia.

“Ao longo de nossa atuação já entregamos para os nossos clientes uma solução de economia de energia com as luminárias LED, mas desde o quarto trimestre de 2018, com o investimento e atuação no mercado de energia solar, estamos dando a possibilidade de entregar uma solução mais completa, que possibilita uma geração de energia limpa e sustentável”, afirma Rodrigo Travi, CEO da Ledax.

A solução fotovoltaica é ideal para todas as empresas, principalmente para as médias, que normalmente não possuem uma contratação eficiente de energia. Ao gerar sua própria energia, as PMES poderão reduzir em até 95% a sua fatura, ficando livres de variações tarifárias de energia. Além disso, sua implementação permite ter um retorno no investimento de, em média, três anos.

“Nossos clientes procuravam o LED como forma de reduzir os custos com energia e a geração fotovoltaica está muito alinhada com este conceito. Assim como o LED, a tecnologia fotovoltaica é sustentável, unida a um resultado econômico positivo. Esses fatores, junto ao imenso potencial brasileiro de geração de energia solar, tornam o investimento ainda mais atrativo”, completa Travi.

Com essa nova divisão, a Ledax pretende faturar em 2019 cerca de R$ 8 milhões só com sistemas solares, atendendo incialmente os estados do Nordeste, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.