Buy Propecia 5mg Usa Where Can I Buy Viagra In Liverpool Buy Levitra Overnight Buy Cheap Addyi Pills 100mg

Parceria Braskem e Siemens

Um projeto de modernização do sistema elétrico resultará em maior eficiência na produção e melhoria em indicadores de sustentabilidade da Braskem no Polo Petroquímico do ABC, em São Paulo.

O projeto, cujo investimento total é avaliado em R$ 600 milhões, prevê a atualização tecnológica do sistema que atende ao cracker, a principal unidade industrial do Polo Petroquímico, responsável pela produção de matérias-primas ao setor químico e do plástico.

A modernização da unidade prevê a troca de turbinas à base de vapor por motores elétricos de alto rendimento, suportado por uma nova planta de cogeração de energia alimentada por gás residual do processo de produção petroquímica. Essa mudança estrutural permitirá que o processo produtivo da unidade industrial torne-se energeticamente mais eficiente. Com esta modernização, a Braskem estima a redução do consumo de energia equivalente ao de uma cidade com um milhão de habitantes.

“Este projeto é um exemplo dos grandes esforços que a Braskem faz na busca da maior excelência operacional além de reforçar nosso comprometimento com o desenvolvimento sustentável”, afirma Luís Pazin, diretor industrial da unidade de Químicos da Braskem no Sudeste. “Com a cogeração combinada de energia elétrica e gás, vamos consumir menos energia e emitir ainda menos gases de efeito estufa”, completa. A estimativa é de uma redução de 11,4% no consumo de água e de 6,3% nas emissões de CO2 da unidade.

O investimento começa neste ano e sua conclusão é prevista para 2021. Os recursos serão aportados pela Braskem em parceria com a Siemens, que irá construir e operar o sistema de cogeração de alta eficiência por meio de um contrato de longo prazo. “Este acordo é uma demonstração clara de que a Braskem tem procurado modelos de negócios criativos a favor da sua competitividade”, diz Gustavo Checcucci, diretor de Energia da Braskem.

Para a Siemens esse projeto será referência no mercado industrial, com a implantação e operação, por 15 anos, de uma planta de cogeração de energia elétrica e vapor com o estado da arte em soluções tecnológicas, aliando alta eficiência energética e extrema confiabilidade operacional, com baixas emissões. E adicionalmente, com a característica de ser um investimento da própria empresa.

“A confiança da Braskem em definir a Siemens como parceira estratégica para este desafiador projeto é resultado da nossa capacidade tecnológica e operacional que, associada à atratividade do inovador modelo BOO (Build, Own and Operate), assegura que a Braskem foque seus recursos no negócio, deixando sob responsabilidade da Siemens os investimentos necessários à engenharia, implantação, operação e manutenção da Usina de Cogeração, ” afirma Yuri Sanches, gerente Geral da Siemens no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.