Princípios sustentáveis

Foto: Shutterstock

O condomínio CBSK Itapevi, administrado pela Retha Imóveis e construído sobre princípios sustentáveis, conta com mais uma grande empresa em suas instalações: a Sices Solar, fabricante de sistemas solares fotovoltaicos para a geração de energia.

A empresa, de origem italiana, está presente no Brasil desde 2013 e lidera a geração de energia solar distribuída no país. Com o aquecimento do mercado de energia renovável, que no último ano cresceu 300%, segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), um espaço maior se fez necessário para as operações da Sices. Nesse contexto, o CBSK Itapevi se mostrou uma opção de localização privilegiada, estando em Itapevi, a 42 km de distância da cidade de São Paulo.

A chegada da Sices ao CBKS Itapevi aconteceu apenas dois meses depois do primeiro contato. A agilidade no processo de locação se deve ao atendimento ágil da equipe multidisciplinar da Retha, sempre à disposição para solucionar rapidamente demandas que vão desde visitações aos imóveis, sem hora marcada, à consultoria sobre legislação, engenharia e outros aspectos que o cliente solicitar. No caso da Sices, que atualmente ocupa uma área de 25.242,97 m² no CBSK, a equipe da Retha está estudando junto à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) a possibilidade de construir um heliporto, dentro do condomínio, para atender a empresa.

Além da localização, o condomínio CBSK não poderia ser mais adequado a uma empresa que trabalha com soluções sustentáveis, pois o próprio imóvel foi projetado para causar o menor impacto ambiental possível. A construção ocupa 84,9 mil m² nos 339,3 mil m² de área. Possui iluminação de LED em toda a área comum, estação de tratamento de água (ETA reuso) e estação de tratamento de efluentes (ETE). O tratamento da água atende as normas ambientais e pode representar até 90% de economia na conta. O esgoto é tratado por biotecnologia, utilizando somente bactérias naturais, com baixo custo operacional e dispensa o uso de energia elétrica.

De acordo com Mário Marino, diretor presidente da Retha, a chegada da Sices, assim como o aumento do número de interessados em conhecer o CBSK Itapevi, pode ser vista, também, como mais um indicativo da melhora observada pelo mercado de imóveis logísticos no início de 2019. “Em relação ao mesmo período em 2018, esse ano, sentimos maior procura”, destaca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.