Refrigeração inteligente auxilia setor supermercadista

Divulgação

Gastos com energia elétrica estão no topo da lista de custos para diversos setores da economia, e no caso do supermercadista não é diferente. Por isso, implementar sistemas de refrigeração inteligentes, que tenham como objetivo uma maior eficiência energética, é vital para o segmento. E se tudo isso for aliado aos benefícios obtidos com o uso de ferramentas de gerenciamento remoto, os resultados podem ser ainda mais positivos. Um exemplo é a rede argentina JK. Kilgelmann, que possui dez lojas espalhadas pelo país. Desde maio de 2018, a rede conta com equipamentos da Full Gauge Controls em duas de suas unidades, conectados ao Sitrad PRO (software de monitoramento da marca), e com isso busca uma redução de até 30% no consumo de energia elétrica.

A Prono Ingeniería, de Santa Fe, foi a responsável pela implementação do projeto. “Instalamos uma central de frio para resfriados, com três compressores semi-herméticos, além de válvulas de expansão eletrônica VX-950 plus em todos evaporadores das câmaras frias e gôndolas, totalizando 21 conjuntos (de válvula, interface Multi-FG, sensores e transdutores) em funcionamento, além do conversor TCP-485, usado para a comunicação com o software Sitrad Pro”, destaca Mauro Prono, vice-presidente da empresa. Os instrumentos são responsáveis pelo controle de temperatura em câmaras frias, freezers e expositores, que armazenam carnes, frangos, frutas, verduras, fiambres e laticínios.

A equipe técnica da Prono Ingeniería é a encarregada de monitorar e controlar os dados gerados pela ferramenta. “As notificações e alarmes são recebidos diretamente pelo nosso departamento de serviço, disponível 24 horas para a resolução de qualquer tipo de eventualidade”, aponta. De acordo com Prono, por meio do Sitrad foi possível a programação de diferentes rotinas de funcionamento, por exemplo, para recuperação do óleo no sistema de refrigeração.

A acessibilidade deste tipo de sistema é outro ponto positivo. O download do software pode ser feito gratuitamente e não existe taxa para utilização. Para ter acesso às informações é preciso apenas um dispositivo (tablet, computador ou celular) conectado à Internet. Já sobre a válvula de expansão eletrônica, além da redução no considerável no consumo de energia, seu uso se torna vantajoso também por acarretar menos custos oriundos de ajustes no sistema e ainda um menor downtime.

Com isso, é possível garantir que os benefícios deste tipo de sistema sejam acessíveis a um número cada vez maior de empreendimentos que buscam uma operação mais conectada e eficiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.