And the Oscar Goes To

And the Oscar Goes To

No dia 06 de dezembro de 2018 acontecerá o mais importante prêmio da revenda e distribui- ção brasileira, o Prêmio Abreme Fornecedores 2018. Trata-se de uma premiação com 14 anos de história, onde são contempladas um total de 21 empresas fabricantes de itens de materiais elétricos divididas em 5 categorias: fios e cabos; iluminação; dispositivos elétricos residenciais; dispositivos elétricos industriais, infraestrutura e o Prêmio Destaque em cada uma dessas categorias, além do Prêmio de Melhor Fornecedor do Ano.

A novidade deste ano está na divisão da categoria de dispositivos elétricos, que até então era uma só, mas a partir deste ano foi dividida em dispositivos elétricos industriais e residenciais. Esta divisão se fez necessária devido ao crescimento e competitividade dos itens relativos ao grupo de produtos que contempla: interruptores, tomadas, disjuntores, DR e DPS de uso exclusivo residencial.

Nosso Oscar do material elétrico, assim como o prêmio de Hollywood, tornou-se um prêmio cobiçado, muito festejado e, algumas vezes, polêmico. E nesse ponto, o da polêmica, é que gostaria de ater-me no texto deste mês. Para quem acompanhou e gosta de cinema, lembra-se que em 2017 a academia anunciou o Oscar de melhor filme a La La Land, o que em seguida teve que ser desfeito, pois o filme escolhido pelo júri havia sido Moonlight.

La La Land é um musical, ambientado em L.A. com ótima trilha sonora e uma história que recuperou o prazer de se ver um bom musical, gênero não cultivado há muitos anos na Meca do cinema.

Já Moonlight é um drama, que traz temas complexos e profundos, com atuações excepcionais que nos leva a questionar o porquê de todos os atores do filme não terem ganhado cada um o Oscar. Daí a polêmica, de um lado um filme muito bom, que agradou ao público e de outro um filme também muito bom, mas que talvez por ser um drama e não um musical não atraiu tanto o público, mas que mereceu o prêmio por sua qualidade cinematográfica em inúmeros aspectos, superando os demais candidatos.

O Oscar não é um prêmio do mais votado pelo público, mas sim um prêmio que por meio de seu júri qualificado escolhe o melhor filme com base em critérios técnicos e específicos, com o objetivo de desenvolver a indústria cinematográfica, e não apenas agradar àqueles que assistem aos filmes.

Retornemos ao “nosso Oscar”. O Prêmio Abreme Fornecedores, assim como o prêmio de Hollywood, premia a qualidade e não necessariamente aqueles de maior volume de vendas. Por meio da uma abordagem híbrida (telefone e e-mail), é realizada uma entrevista pessoal com aplicação de questionário estruturado por telefone ou envio de questionário por e-mail para preenchimento após contato telefônico e apresentação da pesquisa, que para este ano abrangeu mais de 2.500. Tudo isso considerando três categorias de avaliação:

✖ Percepção de Qualidade – fornecedor que possui a melhor imagem quanto à qualidade dos produtos, utilização de tecnologias de ponta, política de lançamento de produtos e garantia quanto à substituição dos produtos.
✖ Apoio de Marketing – apoio a campanhas de venda, anúncios promocionais cooperados, anúncios dos fornecedores e apoio no ponto de venda;
✖ Apoio Comercial – postura do fornecedor em relação à canalização de negócios para a rede de distribuição, a especificação dos produtos e política de preços, treinamentos, atendimento no pré e pós-venda, pontualidade na entrega, garantia dos produtos e a postura do fornecedor.

Desta forma, por mais que um determinado fabricante seja campeão de vendas, o que é um mérito sem dúvida, não necessariamente será vencedor do Prêmio Abreme, pois o nosso objetivo é premiar aquelas empresas que mais contribuíram para o desenvolvimento do canal de distribuição e consequentemente colaboraram para o desenvolvimento de toda a cadeia, objetivando oferecer o que há de melhor para nosso cliente final, não apenas em produto, mas também em qualidade de distribuição.

Com esta mesma metodologia se define o Prêmio Destaque, que é dado ao fabricante que mais evoluiu no ranking em todos estes critérios de um ano em relação ao outro, em cada uma das categorias.

Mas um caso especial é o Prêmio de Melhor Fornecedor do Ano, que assim como o Oscar de Melhor Filme acaba sendo o prêmio mais desejado e por consequência o mais polêmico, pois este sim tem um objetivo de premiar aquele que o distribuidor, independente dos critérios citados acima, elege como o melhor fornecedor. Neste caso somos um pouco diferentes do Oscar, pois se Moonlight e La La Land concorreriam ao Prêmio Abreme de Melhor do Ano, possivelmente La La Land seria o vencedor. Certamente, neste ano, o Prêmio Abreme Fornecedores será mais uma vez alvo de grande interesse e participação do nosso setor de materiais elétricos, e cumprirá com o seu objetivo de prestigiar àqueles que forem premiados, atribuindo ainda mais responsabilidade aos mesmos quanto ao cumprimento de seus papéis como líderes de mercado; e àqueles que não o forem, que a nossa premiação seja um incentivo para continuarem avançando, cada vez, na busca da excelência para se tornarem os próximos vencedores.

Bruno Maranhão - Diretor-executivo da Abreme - abreme@abreme.com.br
Bruno Maranhão - Diretor-executivo da Abreme - abreme@abreme.com.br
Abreme-dados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.