Buy Cheap Addyi Pills 100mg Where To Purchase Januvia 50mg Online Legit Buy Nolvadex Fast Buy Tarceva In The Uk

Fórum Potência Porto Alegre – Jornada técnica no Sul do País

TRADICIONAL CONGRESSO PROMOVIDO PELA HMNEWS EDITORA E EVENTOS ATRAI UM EXPRESSIVO NÚMERO DE PROFISSIONAIS QUE ATUAM NA ÁREA ELÉTRICA NO RIO GRANDE DO SUL.

REPORTAGEM: PAULO MARTINS / FOTOS: FABIANO DE SOUZA FREITAS

Mais de 170 especialistas do setor eletroeletrônico assistiram à série de palestras que constituiu a Etapa Porto Alegre (RS) do Fórum & Expo Potência 2019. O evento foi realizado no dia 11 de junho, no auditório da AMRIGS (Associação Médica do Rio Grande do Sul).

O público foi formado em sua maioria por engenheiros, técnicos, instaladores, eletricistas e projetistas, que representaram estabelecimentos e organizações como indústrias, escritórios, órgãos públicos, escolas e concessionárias de energia. Foi significativa ainda a presença de estudantes e profissionais autônomos. Os congressistas representaram a própria capital e também a Região Metropolitana de Porto Alegre e o interior do estado.

Coordenado pelo engenheiro e professor Hilton Moreno, diretor da HMNews Editora e Eventos, o Fórum Potência engloba uma série de palestras voltadas a difundir conteúdo técnico envolvendo o universo da elétrica, proporcionando aos profissionais da área o acesso a novas tecnologias, soluções e tendências.

Além de obter conhecimento, os participantes podem ainda visitar a exposição de produtos e serviços oferecidos pelas empresas patrocinadoras de cada etapa e fazer networking, em especial durante os intervalos para café e almoço.

A Etapa Porto Alegre do Fórum & Expo Potência foi patrocinada pelas empresas: Chint, Dutotec/QTMOV, Flir Systems Brasil, IFC/Cobrecom, Nortel, Siemens, Soprano e Tramontina.

O evento contou com o apoio das seguintes entidades: ABEE-RS (Associação Brasileira de Engenheiros Eletricistas – Departamento Rio Grande do Sul) e GETEQ (Grupo de Estudos em Tecnologia e Qualidade – Porto Alegre).

As próximas etapas do Fórum & Expo Potência serão realizadas no Rio de Janeiro (8 de agosto, no auditório da Firjan), em São Paulo (24 de setembro, no Centro de Convenções Rebouças) e em Curitiba (5 de novembro, na FAE). A inscrição é gratuita.

Palestras – Representando a Revista Potência, Hilton Moreno abordou o tema ‘Vícios e problemas encontrados nas instalações elétricas fotovoltaicas no Brasil’. Entre os aspectos abrangidos estiveram os esquemas de arranjos fotovoltaicos em três circunstâncias: com apenas uma série fotovoltaica, com múltiplas séries fotovoltaicas e com múltiplos subarranjos fotovoltaicos.

A apresentação incluiu ainda temas como proteção contra choques elétricos, sobrecorrente e sobretensões; características dos cabos fotovoltaicos; segregação entre linhas em corrente alternada e corrente contínua e aterramento.

Já o executivo Guido Potier, da Raios V Engenharia – Assessoria & Consultoria, ministrou palestra contendo um panorama dos sistemas de proteção contra descargas atmosféricas. Confira nas próximas páginas um resumo das apresentações feitas pelas empresas patrocinadoras do evento.

Chint

‘Soluções para redução de danos em grupos geradores’ foi o título da apresentação de Adriano Rodrigues, da Chint.

Os grupos geradores fornecem energia de emergência quando a fonte primária falha ou quando não há nenhuma chance de se conectar à rede principal. Entre suas aplicações, destacam-se hospitais, indústrias, shoppings e instalações comerciais.

Segundo Adriano, entre as deficiências e problemas mais comuns estão as falhas no material isolante. Para evitar problemas nos materiais isolantes de disjuntores, transformadores, motores e geradores, além de outros tipos de equipamento, é preciso realizar testes de resistência do isolamento. Essa análise permite checar as condições da superfície, verificando, por exemplo, a presença de sujeira, poeiras abrasivas ou corrosivas, etc. Muitos problemas como os curto-circuitos, ocorrem devido a falhas na capacidade de isolação entre as fases dos grupos geradores.

Outra situação citada é o desarme de disjuntores, que são dispositivos que ajudam a proteger os sistemas elétricos. Se um disjuntor for mal dimensionado, de acordo com sua corrente nominal, curva de atuação ou até mesmo sua capacidade de interrupção de curto-circuito, pode provocar instabilidade no sistema, justamente no momento em que o usuário mais necessitar de um sistema estável e de confiança.

Dutotec

‘Plataforma BIM – Biblioteca para Revit’ foi o tema da palestra de Fábio Itiro Sato. O executivo da Dutotec falou sobre o conceito de BIM (Building Information Modeling) – Modelagem da informação para construção. Trata-se de um processo baseado em modelos tridimensionais da edificação – estão disponíveis diversas ferramentas que devem ser utilizadas em etapas apropriadas.

A fim de atender uma demanda cada vez maior de bibliotecas para modeladores BIM, a Dutotec investiu na criação da biblioteca para o software Revit. Foi preparado um template, modelo de arquivo de projeto, contendo componentes das linhas R40, Slim, Linha X e colunas, permitindo o uso dos produtos Dutotec para a criação de projetos elétricos. Durante a apresentação, Fábio apresentou diversos exemplos de projetos utilizando a plataforma BIM.

O grupo Dutotec Industrial atua em quatro segmentos:

✖ Q&T Equipamentos® – Segmento metal-mecânico, voltado à produção de equipamentos como consoles, painéis, CCMs, cubículos, gabinetes e racks;

✖ Dutotec® – Atende ao segmento de TI com a linha de eletrocalhas de alumínio extrudado;

✖ QTMOV® – Desenvolve soluções práticas para aplicação em móveis;

✖ Dutotec X® – Fabricação de canaletas de alumínio.

Flir Systems Brasil

Alexandre Kroeff falou sobre ‘Termografia – Soluções e equipamentos’.

A Flir possui uma linha completa de soluções para diversas aplicações, seja em casa, nas atividades ao ar livre, na navegação, na área de segurança profissional, na medição, nas áreas militar e de defesa e em sistemas de emergência.

A medição da temperatura é uma atividade importante para checar a eficiência das instalações elétricas, que estão sujeitas a perda de energia, e a eficiência das instalações prediais (que estão sujeitas à má isolação em sistemas de ar-condicionado, por exemplo).

A medição pode ainda detectar umidade e até a presença de gases (hidrocarbonetos, amônia, SF6, CO e CO2 são gases que atualmente podem ser tornados visíveis por infravermelho). Uma novidade apresentada pela Flir são os drones dotados com o recurso de imagem térmica, que podem ser empregados em trabalhos e áreas como inspeção de painéis solares e de redes aéreas de energia elétrica, combate a incêndio, agricultura de precisão e busca e resgate.

A Flir informa ser o único fabricante da área com laboratório próprio de calibração e assistência técnica no Brasil. Outro importante recurso da empresa no País é o Centro de Treinamento, onde são ministrados cursos específicos (elétrica, mecânica, drones, por exemplo) e certificações em Termografia. A companhia também realiza palestras técnicas in company.

IFC/Cobrecom

O consultor da IFC/Cobrecom, Hilton Moreno, ministrou a palestra ‘Regras de ouro para instalação de cabos elétricos em ambientes comuns e de afluência de público’.

Inicialmente o especialista detalhou as condições para instalação de cabos nas seguintes situações: em condutos abertos em ambientes comuns; em condutos fechados em ambientes comuns; em condutos fechados metálicos aparentes em locais de afluência de público; em condutos fechados não metálicos aparentes em locais de afluência de público; em condutos abertos aparentes em locais de afluência de público; em sistemas com tensões nominais diferentes e em espaços de construção. Hilton apresentou também as regras para instalação de cabos fotovoltaicos:

✖ Os cabos devem ser instalados de forma a não sofrer fadiga devido a esforços mecânicos, como, por exemplo, do vento;

✖ Os cabos devem ser presos para aliviar a tensão mecânica, a fim de evitar que o cabo se solte da conexão;

✖ Os cabos devem ser protegidos contra bordas cortantes ou perfurantes (abraçadeiras metálicas podem ter bordas cortantes que, ao longo do tempo, e em função do vento, podem causar danos aos condutores).

✖ Para reduzir a magnitude de sobretensões induzidas por descargas atmosféricas, os condutores do arranjo fotovoltaico devem ser dispostos de tal maneira que a área de laços de condutores seja mínima.

Nortel

Pertencente ao grupo Sonepar, a Nortel possui ampla experiência na distribuição de soluções para MRO (Manutenção, Reparo e Operação). A palestra da Nortel ficou a cargo de sua parceira Siemens, que apresentou o tema ‘Sirius Tech Tour – Onde tudo se conecta’.

Alan Carlos Etgeton, da Siemens, destacou que cada vez mais a competitividade irá aumentar para atender demandas como digitalização e globalização e as pessoas estarão cada vez mais conectadas. Como estar sempre à frente do seu tempo e ser mais competitivo? O executivo aponta que produtividade gera competitividade, e que a chave para ganhos de produtividade no cenário atual é a inovação. Dentro dos pilares Conectividade, Disponibilidade e Eficiência, Alan falou sobre a inovação como peça-chave para fazer mais com menos e se tornar mais produtivo.

No campo da tecnologia, o especialista da Siemens detalhou a nova geração de botões Sirius Act. A solução destaca-se pela robustez e pela excelente compatibilidade industrial. Mais fáceis e rápidos de montar, os produtos dessa linha apresentam ainda as seguintes características: orifícios fresados sem ranhuras; identificação segura de seta com seta; não necessita de ferramentas especiais; 100% seguro contra torção; módulos encaixáveis; locais de encaixe inequívocos; cascateável; substituição fácil; tecnologia de comunicação inovadora; compatível com todo o portfólio; com segurança integrada; conexão via Profinet e configuração através do TIA Portal.

Siemens

Amauri K. Gattringer, da Siemens, falou sobre o tema ‘Integração dos dispositivos de proteção em sistemas de gerenciamento de energia’.

Ele iniciou mencionando as megatendências que estão transformando o mundo, como globalização, urbanização, mudanças geográficas, mudanças climáticas e digitalização, e os principais desafios do sistema energético de hoje: eficiência econômica, fonte de alimentação confiável, proteção climática, eficiência de recursos e aceitação.

Amauri citou a força da Siemens no fornecimento de soluções para áreas como geração de energia, alta tensão, média tensão, transformadores, baixa tensão e distribuição, dentro do conceito TIP (Totally Integrated Power).

Uma das soluções destacadas pela empresa foi o Disjuntor 3VA2. O disjuntor em caixa moldada 3VA pode ser integrado em diferentes sistemas de monitoramento de energia via Modbus TCP, como por exemplo o software Powermanager. A solução pode também ser colocada em operação e ser monitorada para manutenção pelo Powerconfig usando Modbus TCP. Combinado com o Powermanager e muitos outros dispositivos Sentron, o disjuntor em caixa moldada 3VA pode ser usado para um sistema de gerenciamento de energia de acordo com a ISO 50001. A solução suporta a transparência do fluxo de energia, logo, oferece a base para medições que incrementam a eficiência energética.

Soprano

Gustavo Carrard Lazzari ministrou a palestra ‘Conceito de proteção elétrica e geração fotovoltaica para instalações de baixa tensão’.

O especialista da Soprano iniciou apresentando dados sobre a Geração Distribuída de energia no Brasil, com enfoque para a evolução ano a ano da fonte solar fotovoltaica. Gustavo explicou a diferença entre os sistemas on-grid (conectado à rede da concessionária) e off-grid (que funciona independente da rede da concessionária) e detalhou também o sistema híbrido (que alia a rede da concessionária ao banco de baterias).

Como cuidados ao instalar um sistema solar fotovoltaico, o especialista cita a necessidade do interessado atentar para: posição solar, inclinação, sombreamento, segurança (na instalação) e utilização de materiais com certificado e adequados para o sistema fotovoltaico. Na sequência Gustavo detalhou os dispositivos que atuam na proteção da instalação elétrica (minidisjuntores), de pessoas (Interruptor Diferencial Residual) e de equipamentos (Dispositivo de Proteção contra Surtos – DPS).

Por fim, falou sobre a Plataforma BIM (Building Information Modeling), uma metodologia de trabalho que pode ser incorporada aos softwares de engenharia. A Plataforma BIM permite ver o projeto elétrico em 3D e definir os materiais elétricos no momento do próprio projeto. A linha residencial da Soprano já está disponível na Plataforma BIM.

Tramontina

Ricardo Magrin Breda, da Tramontina, apresentou o tema ‘Solução em segurança e instalação elétrica industrial – seus conceitos, mitos e realidade’. Inicialmente ele apresentou os conduletes produzidos pela empresa, que têm diferenciais técnicos como pintura eletrostática a pó poliéster e vibro acabamento com chip cerâmico.

Outra característica é a rosca NPT, que funciona segundo o princípio de contato intermetálico. Conforme a rosca NPT macho entra na conexão NPT fêmea, seu diâmetro fica gradativamente maior até realizar o travamento e a completa vedação.

Ricardo detalhou também os ensaios a que são submetidos os conduletes da Tramontina: ensaio de flexão NBR 15701:2016 – determina a classe do condulete conforme sua resistência mínima à flexão (medida em KgF); ensaio de tração em corpo de prova (para avaliação da qualidade mecânica da matéria-prima dos conduletes); ensaio de resistência à invasão do condulete pelo eletroduto, conforme a ABNT NBR IEC 60670-1:2014, 12.14.1; ensaio de resistência ao esforço de tração com eletroduto conectado, conforme ABNT NBR IEC 60670-1:2014, 12.14.2; ensaio de resistência da conexão à flexão (360º) conforme ABNT NBR IEC 60670-1:2014, 12.14.3 e ensaio de resistência ao impacto mecânico externo (índice IK).

O especialista falou também sobre aspectos como as exigências para instalações elétricas em locais de afluência de público e detalhou o funcionamento da Tabela de Grau de Proteção (IP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.