Modernização na iluminação pública


Foto: SQE/ADRIANO AMARO DA SILVA/DIVULGAÇÃO

O setor de iluminação pública mundial já começou o processo de transformação. O uso do LED e de tecnologias de telecomunicação está transformando cidades, possibilitando uma economia considerável de energia elétrica, reduzindo custos de manutenção, além de outros benefícios sociais. 

As prefeituras dos municípios de Florianópolis, São José, Palhoça, Blumenau e Joinville, em Santa Catarina, além de Santos, no estado de São Paulo já adotaram essa tendência e têm investido em uma série de obras para modernização da rede de iluminação pública em áreas estratégicas da cidade. 

Um balanço é feito a cada início de ano. E a Prefeitura de São José, por meio do consórcio SQE Luz, gerou uma economia significativa em 2018, modernizando a iluminação pública com tecnologias mais avançadas. Foram mais de 330 obras executadas, com 2.610 pontos de iluminação modernizados ou ampliados, sendo 825 com a tecnologia LED, em 27 bairros contemplados ao longo do ano passado.

Neste primeiro semestre de 2019, um dos investimentos da prefeitura de São José consistirá em aplicar recursos na modernização da iluminação pública de praças. O objetivo é tornar essas regiões mais atrativas e seguras, já que a tecnologia LED possui uma eficiência luminosa muito superior às anteriores. Esses investimentos visam à economicidade e qualidade dos serviços prestados à população. Outro município que também somou pontos positivos no ano passado foi a Prefeitura de Joinville que, por meio do Consórcio SQE Luz, substituiu 5.880 luminárias obsoletas em duas áreas de lazer, duas praças, duas pontes e 177 ruas de 36 bairros.

Já para este ano a previsão do Consórcio é fazer a modernização de aproximadamente 2.160 pontos antigos por tecnologia LED. O modelo proporciona, em média, 50% de economia no consumo de energia, mais conforto e melhor percepção visual devido à emissão de luz branca e boa reprodução de cores.

A instalação atual reduz os custos de manutenção em função da vida útil elevada e, consequentemente, gera menos interferência nas vias para manutenção, contribuindo para a mobilidade urbana da cidade e para a preservação do meio ambiente.

O investimento representa também uma economia importante para os cofres públicos. Segundo o estudo realizado pelo Banco Mundial, a iluminação pública representa mais de 4% do consumo total de energia do Brasil. O gasto com energia elétrica é o segundo item orçamentário de grande parte dos municípios brasileiros, superado apenas pelos gastos com folha de pagamento.

Um comentário em “Modernização na iluminação pública

  • abril 26, 2019 em 10:22 pm
    Permalink

    Ótima noticia, já estava na hora dos administradores optarem por uma melhor iluminação publica, mais econômica e eficiente….

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.