Alubar adquire fábrica no Canadá

Após expandir em 60% a capacidade de produção de seu parque fabril em Barcarena, no Pará (Brasil), a Alubar inicia em 2019 um novo processo de ampliação. A empresa que hoje é a maior fabricante de cabos elétricos de alumínio na América Latina, com importante participação dentro dos principais empreendimentos do setor no Brasil, dá um novo passo, agora em direção à internacionalização.

A partir de 2020, as operações da Alubar contarão com uma unidade no exterior. A empresa fez a aquisição de uma indústria de vergalhões de alumínio em Bécancour, na província de Quebec, no Canadá. A fábrica, que atualmente não está em operação, pertencia à empresa venezuelana Sural e está instalada no local desde 1993. O novo projeto será voltado para o mercado norte-americano e europeu.

Segundo o CEO da Alubar, Maurício Gouvea, o início da operação no Canadá está previsto para março de 2020. “Fechamos a aquisição da planta após análises de mercado e estudos de viabilidade”, relata o executivo.

A unidade canadense da Alubar terá a capacidade de produzir 100 mil toneladas de vergalhões e ligas de alumínio por ano. O processo foi conduzido em conformidade com todas as leis aplicáveis no Brasil, Canadá e Estados Unidos e de acordo com as melhores práticas de compliance. “Nossos clientes são os grandes players do mercado de infraestrutura e de energia do mundo. Já atendemos estes clientes no Brasil e com a internacionalização da Alubar poderemos atendê-los em outros projetos fora do país”, enfatiza Gouvea. Sobre a Alubar – Instalada em Barcarena, no Pará (foto), a Alubar é líder de mercado na América Latina e oferece soluções em condutores elétricos com produção de fios e cabos de alumínio e de cobre que atendem todos os projetos e empreendimentos de energia elétrica. Ao longo de 20 anos de operações no Brasil, a empresa construiu um histórico de entregas de qualidade e cumprimento de prazos e planejamentos, o que fortaleceu sua reputação no setor elétrico. Hoje a empresa emprega cerca de 1.000 colaboradores diretos e indiretos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.