Caminhão da eficiência energética percorre o país

 Lançado no Rio de Janeiro durante a Rio+20, o Caminhão da Eficiência Energética da Siemens já percorreu mais de 14 mil quilômetros pelo País, tendo visitado mais de 30 cidades. A carreta, que fez sua primeira parada há quatro meses, já passou por São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Goiânia, Uberlândia, Joinville, Recife e Araraquara, entre outros municípios, visitando indústrias e instituições de ensino. Ela seguirá viagem até dezembro deste ano em uma série de roadshows.

“O consumo de energia afeta diretamente a produtividade sustentável, seja do ponto de vista econômico ou ambiental. Por meio da utilização de tecnologias inovadoras e integradas para a recuperação de energia, o consumo pode ser reduzido em até 50%. Por isso, queremos mostrar como novas tecnologias podem garantir às indústrias mais eficiência energética, maior competitividade e menos impacto ao meio ambiente”, comenta Bruno Abreu, especialista em eficiência energética da Siemens.

Dentro da carreta são demonstradas tecnologias da companhia voltadas à eficiência energética aplicáveis em setores produtivos como o automotivo, de alimentos e bebidas, químico, papel e celulose, metalurgia, mineração e petróleo e gás.

“A proposta de estarmos presentes em diferentes regiões brasileiras é mostrar que nossos mais de 100 anos de experiência no Brasil nos permitem desenvolver soluções e tecnologias 100% aplicáveis à realidade da indústria brasileira”, ressalta Abreu.

Ao entrar no caminhão, a intenção é que o visitante conheça, módulo a módulo, os caminhos para reduzir seu consumo e gasto com energia de forma simples e eficiente. Um dos passos mais importantes é o gerenciamento transparente da produção, por meio de relatórios baseados em dados medidos. “É muito importante conhecer a operação para identificar meios de reduzir o consumo ou aumentar a disponibilidade da energia”, destaca o especialista.

Além de tudo isso, você pode ver no veículo a integração entre diferentes sistemas e monitoramento do potencial de economia ou gasto da energia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.