EDP registra EBITDA de R$ 632 milhões no terceiro trimestre

O aumento ocorreu também em virtude da estratégia de venda de energia no Mercado Livre pela EDP Comercialização.

De julho a setembro de 2013 o EBITDA (lucro antes de impostos, resultados financeiros, depreciação e amortização) atingiu R$ 632 milhões, um aumento de 133% em comparação com o mesmo período do ano anterior (R$ 271 milhões). O resultado reflete aumento de R$ 326,5 milhões na margem bruta da distribuição da EDP, decorrente de recursos repassados às distribuidoras (R$ 335,8 milhões).

O lucro líquido foi de R$ 199,4 milhões no terceiro trimestre do ano, R$ 189 milhões acima do resultado registrado de julho a setembro de 2012. Este resultado deve-se ao incremento de 133% do EBITDA, ao aumento das despesas financeiras em R$ 21,1 milhões em consequência do maior endividamento devido à expansão dos empreendimentos de geração e pela contabilização do resultado da UTE Pecém I. Cabe destacar que a UTE Pecém I apresentou EBITDA de R$ 20,0 milhões no trimestre.

Já os investimentos no trimestre de 2013 somaram R$ 400,8 milhões, aumento de 111,3% em relação ao mesmo período do ano anterior. O valor reflete, em grande parte, a construção da UHE Santo Antônio do Jari (R$ 159,8 milhões) e aquisição de equipamentos da UHE Cachoeira Caldeirão (R$ 129,8 milhões).

Um dos destaques do período foi o recebimento da licença de instalação da UHE Cachoeira Caldeirão, cujo comunicado ao mercado pela Companhia ocorreu em 06 de agosto de 2013.

Outro destaque do terceiro trimestre do ano foi a Revisão Tarifária Periódica da EDP Escelsa com o efeito médio percebido pelos consumidores cativos de -1,05%, aplicado desde 7 de agosto de 2013. Ainda em 30 de setembro, foi efetuado o pagamento de dividendos aos acionistas da EDP no Brasil no valor de R$ 239,8 milhões.

Por fim, no dia 22 de outubro de 2013, a ANEEL aprovou o reajuste tarifário anual  de 2013 da EDP Bandeirante. Em relação à tarifa praticada atualmente, o efeito médio a ser percebido pelos consumidores cativos será de 5,83%, sendo 4,50% o efeito médio para os consumidores atendidos em alta e média tensão e 6,85% o efeito médio para os consumidores atendidos em baixa tensão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.