Fábrica da Osram modernizará sistema de iluminação

Segundo Everton Mello, presidente da Osram Brasil, serão substituídas, no ambiente externo, 39 luminárias a vapor de sódio por luminárias LED, modelo HPMSL, constante no portfólio de produtos produzidos pela Osram, que proporcionarão 60% de economia de energia.

A planta, que possui 40 mil m² de área, é a única da companhia em atividade na América do Sul e possui a capacidade de gerar a energia que consome nos horários de pico, das 18h00 às 21h00.

Adicionalmente, os sistemas de geração de ar comprimido e ar condicionado já foram modernizados. As caldeiras foram eliminadas, sendo que hoje toda a água quente utilizada nos processos da fábrica é gerada aproveitando o próprio ar quente gerado pelos compressores, proporcionando economia de energia e maior segurança na operação.

“Essas ações fazem parte da política global de sustentabilidade do Grupo Osram e seguem o posicionamento geral da companhia, que sustentou 72% de sua receita do ano fiscal de 2012 em um portfólio de soluções verdes. Em conjunto, as medidas internas devem reduzir a emissão de CO² em 366 toneladas e gerar R$720 mil de economia por ano, o que reforça a preocupação em eliminar gastos desnecessários de energia e, consequentemente, com a diminuição dos custos operacionais”, explica Mello.

O presidente informa ainda que, para aferir o nível de eficiência energética de cada fábrica em operação no mundo, a multinacional alemã especializada em iluminação possui uma equipe de auditoria que faz as avaliações energéticas necessárias e classifica com até cinco estrelas as unidades que tenham máximo desempenho.

Fonte: http://www.jornaldainstalacao.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.