Investimento de R$ 44 milhões em projetos de eficiência energética

Os planos beneficiaram escolas estaduais e municipais, hospitais, semáforos e túneis da capital paulista e prédios públicos, entre outros, totalizando uma redução de 70.300MWh/ano no consumo de energia, montante equivalente à média do consumo mensal de mais de 26 mil residências.

Uma das iniciativas que pode ser percebida pelo paulistano diariamente é a substituição de lâmpadas incandescentes por bolachas de LED em cerca de 110 mil semáforos da cidade. Segundo Fernando Bacellar, coordenador de Usos Finais de Energia da AES Eletropaulo, as luzes de LED são mais intensas e, por isso, mais seguras. “Além de economizar cerca de 80% na energia elétrica e necessitar menos de manutenção, esse tipo de iluminação garante que os motoristas e pedestres não tenham dúvidas em relação à cor do semáforo, independentemente do reflexo da luz solar”, afirma.

No primeiro semestre de 2013, a companhia também anunciou que irá instalar no-breaks para manter o sistema semafórico funcionando mesmo com a eventual interrupção do fornecimento de energia em 176 cruzamentos, corredores e vias críticas da cidade de São Paulo.

Em agosto de 2012, a AES Eletropaulo finalizou, em conjunto com a Prefeitura de São Paulo, as obras de substituição do sistema de iluminação de sete túneis, totalizando 20 no município. Os benefícios do projeto da AES Eletropaulo vão além de melhorias na iluminação: a ação também reduziu os furtos de cabos.

“Quando desenvolvemos o projeto, pensamos não só na economia de energia e manutenção, mas também no cuidado com o sistema elétrico, realocando a fiação da parte lateral para o centro do complexo. Essa iniciativa praticamente zerou o número de furtos de cabos de cobre nos túneis”, comenta Bacellar.

Além disso, 195 escolas da rede municipal da cidade de São Paulo e 73 da rede estadual foram beneficiadas com a modernização do sistema de iluminação, que também traz maior economia e qualidade para os alunos, principalmente para os que estudam no período noturno.

Na área da saúde, R$ 1,5 milhões foram investidos na melhora do sistema de iluminação e climatização de 12 hospitais da rede pública, beneficiando médicos e pacientes.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.