Transporte com emissão zero

Os parceiros do acordo incluem a Aliança Renault-Nissan, Petrobras Distribuidora, Light, Ampla e Rio Negócios – Agência de Promoção de Investimentos do Rio de Janeiro.

Por meio do protocolo de intenções, as empresas signatárias estudarão a possibilidade de produzir veículos elétricos no Estado e disponibilizar toda a infraestrutura necessária para o funcionamento desses carros. O projeto faz parte do Programa Rio Capital da Energia, coordenado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços do Rio de Janeiro.

“Queremos fazer do Rio de Janeiro um centro de referência mundial na energia do século XXI, repetindo a vocação que o Estado já possui na área de energia tradicional”, afirma o secretário Júlio Bueno.

A participação de cada um:

A Renault e a Nissan afirmaram estar fortemente comprometidas com a tecnologia de emissão zero. As empresas investiram quatro bilhões de euros nas últimas duas décadas para desenvolver carros que não utilizam petróleo como combustível e podem ser recarregados com energia pura e renovável.

“A Renault e a Nissan estão na vanguarda dos veículos movidos a eletricidade. Esta nova iniciativa reafirma nosso compromisso global de oferecer mobilidade urbana sustentável com conforto e prazer de dirigir”, afirma Carlos Ghosn, CEO da Aliança Renault-Nissan.

De seu lado, a Petrobras Distribuidora entra no projeto para estudar a implantação da infraestrutura para recarga dos veículos elétricos em postos de serviços de bandeira Petrobras no Rio de Janeiro. “Dessa forma, nos mantemos fiéis à vocação de liderança de mercado, vanguarda tecnológica e sustentabilidade”, comenta José Lima de Andrade Neto, presidente da Petrobras Distribuidora.

A Rio Negócios anunciou que participará do grupo de trabalho de desenvolvimento do carro elétrico representando a prefeitura para promover comercialmente a cidade como destino de negócios desse setor industrial e tecnológico emergente. A missão é identificar oportunidades e portfólios de projetos, desenvolver o polo setorial e consolidar a inteligência dessa nova atividade no País. “Aceleramos projetos e facilitamos a instalação de empresas na cidade, conectando os setores público e privado. Nos investimentos em tecnologia de mobilidade por veículos elétricos, o Rio liderará esta inovação industrial”, afirma Marcelo Haddad, presidente da Rio Negócios.

Entre as contribuições da Light, há a promoção de estudos para a implantação da infraestrutura necessária à rede de abastecimento/carregamento desses veículos.

E a Ampla irá estudar a implantação de infraestrutura tecnológica para garantir o suprimento de energia de forma sustentável. “Fazer parte de um projeto de veículos elétricos confirma a aposta estratégica da companhia no desenvolvimento e na pesquisa de redes inteligentes de energia como base do novo modelo energético”, observa Marcelo Llévenes, presidente da Ampla e da Endesa Brasil.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.