TS Shara cresce 27% em 2013

O volume de vendas, em unidades, aumentou cerca de 16%, chegando a 1 milhão de produtos em 2013, ante 860 mil equipamentos vendidos em 2012, incluindo nobreaks, estabilizadores, filtros de linha, antirraios, protetores de rede inteligentes, autotransformadores e inversores de potência.

A maior parte da receita veio da linha de nobreaks, que foi responsável por 40% no incremento das vendas, pulando de 120 mil unidades comercializadas em 2012, para 160 mil em 2013. “Diante de um cenário macroeconômico complexo, pontuado por queda na projeção de crescimento da economia do País e retração do mercado forçada pela valorização do câmbio e as altas taxas de juros, tivemos um ano vitorioso”, comemora Pedro Sakher Al Shara, CEO da TS Shara.

Segundo Pedro, o bom desempenho obtido em 2013 é resultado do replanejamento das estratégias de mercado, como a entrada em novos setores, entre eles o segmento corporativo de médio e grande porte e uma oferta ainda mais focada no setor governamental e a participação em editais públicos. “2013 foi um ano desafiador e acima de tudo de preparação para as demandas que surgirão no mercado brasileiro em função da Copa do Mundo de 2014. Ao longo de 2013, já provemos diversas empresas do setor de infraestrutura com equipamentos que permitirão a continuidade de seus negócios durante períodos de pico, como os que podem ser gerados pelo grande evento esportivo”, prevê o executivo, que afirma já ter aumentado em 30% a equipe comercial, terminando o ano com um total de 225 colaboradores diretos, além de outros 200 terceirizados.

Sobre as previsões de faturamento para 2014, o CEO da TS Shara estima aumento de 28% no volume de vendas de nobreaks, sobretudo nas regiões Norte e Nordeste do País, que carecem de sistemas de proteção de energia em razão da alta concentração de chuvas e raios que ocorrem sempre no primeiro trimestre do ano. “Apesar do otimismo conservador, apostamos em um ano de crescimento na casa dos dois dígitos. Esperamos transformar os desafios em boas oportunidades de negócios”, afirma Pedro Al Shara.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.