Automação industrial: a estratégia da indústria para superar os desafios

Por André Chimura*

O cenário econômico tem sido desafiador desde antes da pandemia. Os últimos dois anos apontaram a real necessidade de o setor industrial investir em soluções e tecnologias para superar os desafios. Para especialistas da CNI (Confederação Nacional da Indústria), o estímulo à inovação – que tem na automação industrial um de seus pilares – é ferramenta fundamental para agregar valor e fazer a indústria nacional tornar-se mais competitiva.

A automação industrial é o caminho para aumentar a eficiência operacional, reduzir custos, flexibilizar as linhas de produção, melhorar a qualidade das entregas e criar serviços e modelos de negócios mais aderentes e alinhados às novas demandas do mercado.

Segundo a pesquisa “A Indústria 4.0 e a pandemia”, elaborada pela CNI, as indústrias que adotaram uma ou mais tecnologias de automação no processo de produção estão enfrentando melhor os desafios no contexto da pandemia, com aumento da produtividade, rentabilidade e até mesmo de seus quadros de funcionários durante o período.

Planejamento é fundamental

Como em qualquer investimento, o projeto de automação industrial requer um planejamento financeiro e estratégico que deve apontar de forma consistente e segura um melhor resultado focado no ambiente do seu negócio e no valor operacional.

Não devemos pensar apenas no curto prazo, esperando um retorno do investimento entre um ano e 18 meses. O investimento em automação industrial costuma render no médio e longo prazo, e o mais importante, de forma sustentável.

Vale ressaltar que cada segmento da indústria enfrenta seus próprios desafios, por isso a importância de cada empresa conhecer sobre seu processo de produção e assim buscar o que há de mais avançado e adequado para si próprio.

Espaço para crescer

Ainda temos muito a crescer: segundo relatório elaborado pela empresa de pesquisa ISG (Information Services Group), a automação industrial ainda está em estágio inicial no Brasil e muitas empresas estão em fase de implementação de seus projetos.

Segundo a CNI, os maiores obstáculos para a implementação de soluções e tecnologias de automação industrial são, em primeiro lugar, falta de capital/recursos, seguido de alto custo e dificuldade de crédito. Em terceiro lugar, está a falta de mão de obra qualificada. Sabendo desse terceiro criamos uma plataforma on-line que oferece diversos cursos gratuitos e que contribui para a profissionalização de trabalhadores que atuam na área da automação, atualmente contamos com mais de 28 mil inscritos e quase 19 mil certificados emitidos.

O Brasil ocupa a 57ª posição no Global Innovation Index 2021, entre 132 economias, quando subiu cinco posições e alcançou sua melhor classificação desde 2012, o que mostra uma perspectiva promissora para o crescimento da automação industrial. Portanto, existe um grande universo de oportunidades no país para a expansão da automação industrial e essa expansão se torna cada vez mais essencial para o sucesso de diversos negócios. E estamos prontos para embarcar nessa jornada.

*André Chimura
Gerente de vendas da Mitsubishi Electric

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.