Como proteger eletroeletrônicos durante tempestades

De acordo com o Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT/INPE), o Brasil é o país com a maior incidência de raios no mundo. Isso acontece porque possui a maior extensão territorial entre os países localizados na região tropical, a mais quente do planeta. Por conta disso, o Brasil recebe mais tempestades e cerca de 70 milhões de descargas elétricas por ano.

Créditos: Shutterstock

Em 2020 foram contabilizados mais de 120 milhões de raios, um aumento de 51% em relação a 2019, quando o ELAT observou 62 milhões deles. Neste ano, com o fenômeno La Niña atuando até março, esperavam-se aproximadamente 60 milhões de descargas elétricas no território brasileiro, somente nos 3 primeiros meses.

Apesar de as chances de ser atingido por um raio serem muito baixas, não se pode dizer o mesmo sobre os aparelhos eletroeletrônicos durante as tempestades. Heverton Bacca, coordenador de engenharia elétrica do Centro Universitário Facens, sugere que o ideal é que em cada residência haja um sistema de aterramento, além de um Dispositivo de Proteção Contra Surtos (DPS), equipamento que tem como finalidade identificar uma sobretensão na rede elétrica e transferi-la para o sistema de aterramento. Desta forma, os equipamentos elétricos não serão atingidos e danificados.

“Durante as tempestades, em decorrência dos raios, ocorrem os surtos elétricos. Isso acontece quando uma grande onda de tensão elétrica atinge alguma instalação elétrica. Ao acontecer, ela se propaga em todos os sistemas elétricos do local e pode causar sérios problemas em todos os equipamentos eletroeletrônicos”, explica Bacca.

Além da instalação destes sistemas e dispositivos, Heverton afirma que é possível proteger os equipamentos da residência que estão conectados à tomada:

  • Retire todos os equipamentos eletroeletrônicos da tomada;
  • Sempre retire os equipamentos pela tomada, segurando na sua parte isolada. Nunca pelo cabo;
  • Religue os equipamentos apenas depois de ter certeza de que a chuva e os raios cessaram;
  • Religue os equipamentos aos poucos, evitando sobrecarga na rede elétrica da residência;

Além de proteger os aparelhos eletroeletrônicos, é importante ficar atento com a própria segurança durante uma tempestade. Por isso, evite utilizar qualquer aparelho elétrico, não use o celular conectado no carregador, não tome banho em chuveiros elétricos, não fique próximo a janelas e portas metálicas.

Um comentário em “Como proteger eletroeletrônicos durante tempestades

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.