Energia solar na Chapada Diamantina

Com atmosfera jovem e despojada, uma casa localizada na cidade de Mucugê (BA), um dos pedaços mais bonitos da Chapada Diamantina, atende às premissas delimitadas por um jovem casal empreendedor, sem filhos. Sustentabilidade era a palavra de ordem para o arquiteto e proprietário do imóvel, Igor Menezes Portela. Cores sóbrias, ar contemporâneo, elementos atemporais com base neutra que possibilitam atualizações na decoração com pequenas intervenções. Outro grande diferencial da morada é a construção através de tijolo ecológico e modular, o que permite ao casal a ampliação da residência, assim que os planos de aumentarem a família se concretizarem.

Com tudo que uma morada nordestina de 98 m² preconiza, o lar tem varanda, zona de sombras e um conceito criado para integrar tudo, cada canto com a natureza. Janelas amplas e projeto luminotécnico idealizado para dar sofisticação e requinte aos ambientes.

No entanto, a singularidade da morada não vem só do projeto arquitetônico, mas sim do desejo realizado pela família: “Ter uma casa completamente sustentável é caro, mas encontramos um caminho viável”, ressalta Mariana D’amato Sapienza, esposa de Igor. Esse toque de sustentabilidade desejado foi possível graças à energia solar.

Uma casa viva que dita o consumo

Para que o projeto fosse viabilizado, o consumo energético foi pensado e dimensionado de modo que a família pudesse usufruir do projeto luminotécnico idealizado e ainda pudesse ter equipamentos eletrônicos que gerassem comodidade.

Depois do projeto básico pronto, o arquiteto partiu para a iluminação. “Fui para o executivo com uma missão, fazer uma boa iluminação, toda em LED, que estivesse apta a ser alimentada por um sistema solar Off Grid (não conectado à rede elétrica) que coubesse no nosso bolso”, conta Igor.

“A energia solar Off Grid não foi uma escolha nossa. Próximo à casa não há rede elétrica, então, tivemos que abraçar a ideia de armazenar a energia solar”, acrescenta o arquiteto.   

Para viabilizar o projeto, o casal abdicou de alguns pontos de luz e certas luminárias para ter uma iluminação indireta e confortável. Depois do projeto pronto, entraram em contato com a NeoSolar, especialista em projetos Off Grid.

“Nosso trabalho foi de estudo técnico e dimensionamento, para racionalizar a utilização de energia elétrica e viabilizar o conforto da família sem que o lar perca a eficiência. A família da Chapada Diamantina perdeu pouquíssimo em comodidade e ganhou em eficiência, sustentabilidade e agora eles têm uma casa extremamente otimizada. Ao dimensionarmos os sistemas Off Grid, pensamos no dia a dia da família e na praticidade técnica”, ressalta Raphael Pintão, sócio-fundador da NeoSolar.

A residência conta com bombeamento solar para captação de água e foi construída com tijolos ecológicos e toda energia elétrica é solar. “Nossa casa é viva, ela dita nosso consumo”, enfatiza Mariana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.