IFC/COBRECOM fornece cabo para usina solar no MS

Referência nacional na produção de fios e cabos elétricos de baixa tensão com qualidade, inovação e segurança, a IFC/COBRECOM anuncia o fornecimento de seu Cabo Solarcom na recém-inaugurada Usina Fotovoltaica Jchagas no Mato Grosso do Sul.

Considerada uma das maiores da Região Centro-Oeste do país, a Usina teve execução da Geração Solar – Energia e Aquecimento Solar.

De acordo com a IFC/COBRECOM foram vendidos mais de 60 km de seu Cabo Fotovoltaico.

“Ter o Cabo Solarcom em uma obra como a Usina Fotovoltaica Jchagas consolida a COBRECOM como uma das principais fabricantes de fios e cabos elétricos do país e mostra que os seus condutores elétricos garantem tanto a segurança da instalação elétrica de uma residência, como também de grandes construções”, ressalta Rodrigo Tanji, supervisor de Marketing da IFC/COBRECOM.

Lívia Dias, analista Comercial de Negócios Estratégicos da IFC/COBRECOM, reforça que a Certificação Internacional (EN 50618) para o Cabo Solarcom, veio para expandir a participação da companhia em grandes projetos, nos quais os clientes e as obras são mais exigentes.

“O Cabo Solarcom atende a norma NBR 16612 e a norma internacional EN 50618 e é projetado com uma expectativa de vida de 25 anos. Além disso, esse condutor elétrico é produzido com processos de alta tecnologia e com materiais poliméricos não halogenados que oferecem maior segurança aos equipamentos interligados”, explica Lívia.

Segundo Weslei Elias de Oliveira, diretor-proprietário da Geração Solar – Energia e Aquecimento Solar, adquirir um cabo fotovoltaico certificado pela EN 50618 é mais uma garantia de qualidade e segurança para a obra.

“Além disso, essa certificação nos deixa mais seguros com a escolha, pois somos os responsáveis por cada material que é utilizado nas nossas obras e buscamos sempre garantir a melhor qualidade nos nossos projetos”, ressalta Oliveira.

Além do Cabo Solarcom, foram fornecidos outros dois outros produtos da IFC/COBRECOM para essa obra: o Cabo de Cobre Nu TMD e o GTEPROM Flex HEPR.

Mais sobre o Cabo Solarcom

O produto é fabricado com a sua cobertura nas cores preta, vermelha e verde/amarela e foi criado e testado a partir dos mais criteriosos padrões internacionais para transmitir energia limpa produzida pelas placas solares com segurança e qualidade. 

Além disso, o Cabo Solarcom foi um dos primeiros condutores elétricos do país a estar de acordo com as especificações da NBR 16612 – Cabos de potência para sistemas fotovoltaicos, não halogenados, isolados, com cobertura, para tensão de até 1,8 kV C.C. entre condutores – Requisitos de desempenho, que foi publicada recentemente pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Outra norma na qual o produto está de acordo: Formação do condutor e Resistência elétrica – NBR NM-280 – Condutores de cabos isolados.

Recentemente o Cabo Solarcom conquistou a certificação internacional de conformidade EN 50618, que é muito usada principalmente na Europa.

Vale destacar que a EN 50618 é mencionada na gravação do Cabo Solarcom e também na sua etiqueta de identificação.

“Além de atender completamente os requisitos da NBR 16612, o Cabo Solarcom utiliza matérias-primas de primeira qualidade, a começar pelo cobre, que passa por processo de fundição e trefilação dentro da própria empresa, garantindo assim a procedência e pureza do metal. Outro ponto importante é que os processos industriais da IFC/COBRECOM são muito modernos e precisos, o que garante um produto final de altíssimo desempenho”, ressalta o professor e engenheiro eletricista Hilton Moreno, que também é consultor Técnico da IFC/COBRECOM.

O cabo é utilizado para tensões nominais de 0,6/1 kV (CA) e até 1,8 kV (CC) e é formado por fios de cobre eletrolítico e estanhado com encordoamento classe 5 (flexível) com isolação e cobertura em composto poliolefínico termofixo de alta estabilidade térmica com temperatura de serviço de -15 ºC a 90 ºC com a máxima temperatura de operação para 120 ºC por 20.000 h.

O Cabo Solarcom possui fácil instalação por causa de sua flexibilidade e baixo raio de curvatura e o composto poliolefínico da isolação e cobertura, possui alta resistência a raios UV e ao ozônio, é resistente a chama, caracteriza-se pela baixa emissão de fumaça e não produz gases tóxicos e corrosivos, tem ótima resistência mecânica e é muito resistente a óleos minerais, ácidos e amônia.

O produto pode ser utilizado em instalações fixas, em conexões entre as placas e painéis fotovoltaicos, caixas de junções (String Box) até os inversores do sistema de geração de energia solar, suportando condições extremas de temperatura e intempéries. Disponível nas seções nominais de 1,5; 2,5; 4; 6; 10; 16; 25; 35; 50; 70; 95; 120; 150; 185; 240; 300 e 400 mm² e acondicionado em rolos de 100 m ou em bobinas de madeira com lances sob consulta.

2 comentários em “IFC/COBRECOM fornece cabo para usina solar no MS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.