Parque investe em usina solar

O cuidado com o meio ambiente e o futuro das próximas gerações através da sustentabilidade foram os principais motivos que levaram o parque aquático Thermas Water Park São Pedro (SP) a investir em uma usina solar fotovoltaica. Projetada e implantada para usar com eficiência os recursos naturais causando o menor impacto possível ao meio ambiente, ela faz com que o parque deixe de emitir mais de 338 mil toneladas de gás carbônico por ano, o equivalente ao ciclo de oxigênio (fotossíntese) de mais de 2.500 árvores.

Abrigada em uma área de 12.000 metros quadrados, a usina tem capacidade para produção de 1.146.000 kWh/ano, o que significa 60% do consumo próprio que o parque utiliza de energia. Esta energia produzida pelo parque seria suficiente para abastecer 10 casas que gastam 350 kWh/mês por quase 30 anos, o que representa uma economia pelo tarifário atual da companhia de energia em mais de 1 milhão de reais para estas famílias juntas. 

Com tantas melhorias e com objetivo de manter a responsabilidade socioambiental, o projeto de ampliação com a segunda usina solar fotovoltaica já está previsto, o que garantirá o triplo do volume em sua capacidade de produção de energia, já visando a expansão do parque com mais infraestrutura, segurança e diversão, que inclui nova fachada, nova portaria de acesso, estacionamentos com cancelas automatizadas e uma praça gastronômica com espaço para shows e eventos na área externa do parque aquático. Além da entrega no segundo semestre de 2022 da primeira fase do Thermas São Pedro Resort, projeto imobiliário turístico do Grupo J. Andrade com a WAM Brasil e a ABL Prime, e contam com uma das mais conceituadas empresas de construção do país, a MPD Construtora.

Mais sustentabilidade

Outra ação de sustentabilidade dentro do complexo é o Centro de Reciclagem, construído em local apropriado e com máquinas exclusivas, onde todo material coletado é embalado adequadamente para o descarte correto. Ele foi criado com o objetivo de reduzir o impacto dos resíduos produzidos pelo parque e reinserir os materiais recicláveis para serem aproveitados como matéria-prima na indústria conhecida como de transformação. Pratos, latinhas de refrigerantes, talheres e copos descartáveis são alguns dos materiais recolhidos pela equipe de limpeza do parque e direcionados ao centro que é equipado para triagem de materiais como plástico, papel e aço.

2 comentários em “Parque investe em usina solar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.