Vantagens dos cabos não halogenados

Toda instalação elétrica precisa de planejamento, dimensionamento correto, materiais certificados e ter principalmente segurança. E para garantir esse último quesito, nada melhor do que contar com os cabos elétricos não halogenados.

De acordo com a IFC/COBRECOM, que é referência nacional na produção de fios e cabos elétricos de baixa tensão, esses condutores elétricos podem trazer diversas vantagens para a instalação elétrica de qualquer tipo de imóvel, sendo o seu grande diferencial o fato de proporcionar ainda mais segurança.

Isso porque os cabos não halogenados são condutores isolados, cabos uni ou multipolares cujo material isolante não possui em sua composição o cloro, que é um material altamente tóxico em casos de incêndio.

“Os cabos não halogenados são produzidos com materiais livres de halogênio que emitem baixa quantidade de fumaça, e não emitem gases tóxicos e corrosivos. Além disso, o material ainda oferece maior segurança por apresentar características especiais de não propagação das chamas e de autoextinção do fogo”, explica o professor e engenheiro eletricista Hilton Moreno, que também é consultor Técnico da IFC/COBRECOM.

Vale lembrar que os cabos não halogenados da empresa formam a linha Superatox.

Aplicações – Esses cabos elétricos são indicados principalmente para locais com grande afluência de pessoas, como arenas esportivas, escolas, cinemas, teatros, shopping centers, hospitais, hotéis, centros de convenções, torres comerciais e residenciais de grande altura conforme recomendado pelas normas NBR 5410 e 13570 da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

“Mas isso não impede que os cabos não halogenados sejam instalados em casas de um ou dois andares, já que o ponto forte do produto é garantir ainda mais a segurança das pessoas”, observa Moreno.

“Por conta do reconhecimento dessas características muito importantes, o mercado aponta para o crescimento da utilização dos cabos não halogenados”, completa Hilton Moreno.

Mais sobre os Cabos Superatox – A linha é formada pelo Cabo Superatox Flex Antichama 450/750 V e pelo Cabo Superatox Flex HEPR 0,6/1 kV para 1, 2, 3 e 4 condutores.

O Cabo Superatox Flex Antichama 450/750 V é indicado para tensões nominais até 450/750 V. É composto por fios de cobre nu, eletrolítico, têmpera mole e encordoamento classes 4 e 5 (flexíveis). Além disso, é isolado com material polimérico tipo poliolefínico não halogenado para 70 ºC com características de não propagação e autoextinção do fogo e baixo índice de emissão de fumaça e sem gases tóxicos e corrosivos.

Já o Cabo Superatox Flex HEPR 0,6/1 kV para 1, 2, 3 e 4 condutores é usado em circuitos elétricos com tensões nominais até 0,6/1 kV.

O material é formado por fios de cobre nu, eletrolítico, têmpera mole e encordoamento classes 4 e 5 (flexíveis) e é isolado com composto termofixo Etileno Propileno (HEPR não halogenado) de alto módulo para 90 ºC, veias torcidas entre si, formando o núcleo, cobertura com polimérico, tipo poliolefínico não halogenado para 90 °C, com características de não propagação e autoextinção do fogo e com baixa emissão de fumaça. 

A isolação HEPR ainda oferece maior resistência à ionização do que os compostos em PVC e Polietileno, apresenta baixa dispersão dielétrica e é praticamente isento do fenômeno treeing, que são as arborescências que se formam no material isolante provocando descargas parciais e deterioração do material.

7 comentários em “Vantagens dos cabos não halogenados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.