MWM e AUMA lançam solução de geração de energia à biogás

O efeito das mudanças climáticas é um dos temas mais debatidos globalmente e diversas medidas têm sido implementadas por diferentes países para minimizar o nível de emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE), de modo a desacelerar o impacto ao meio ambiente. Enquanto isso, a humanidade tem crescido em número e em expectativa de vida, como resultado do desenvolvimento da medicina, da qualidade e disponibilidade dos alimentos e do conforto, o que demanda aumento da produção e, consequentemente, das emissões de GEEs na atmosfera.

Uma das soluções para este ciclo complexo é o investimento na economia circular, onde os resíduos são reaproveitados pelo próprio ciclo produtivo de forma a neutralizar a emissão de GEEs, ou mesmo, como é o caso da produção de biogás e biometano, reduzir efetivamente a disponibilidade de metano na atmosfera, fenômeno causado pela decomposição da matéria orgânica.

Neste contexto, a MWM e a AUMA Energia, desenvolveram uma solução completa para aproveitamento dos resíduos oriundos do processo de produção na fazenda, de modo que o pequeno produtor rural consiga “descarbonizar” seu processo produtivo, expressão utilizada para o processo de neutralizar ou eliminar GEEs, e, ao mesmo tempo, reduzindo seu custo operacional e aumentando sua produtividade. Os resíduos orgânicos são coletados e, através de biodigestores e sistemas de filtragem e monitoramento, é gerado o biogás de alta qualidade para alimentar um grupo gerador desenvolvido exclusivamente para o projeto, que permite gerar 32 kW de energia elétrica confiável e contínua. Como subproduto do processo, o produtor ainda obtém o biofertilizante líquido e o adubo de alta qualidade, que retorna à plantação, reduzindo necessidade de utilização de fertilizantes químicos e fechando o processo.

A solução MWM-AUMA não somente beneficia e dá maior independência ao pequeno produtor, mas também viabiliza, ao tratar os resíduos “da porteira para dentro”, a descarbonização de toda a cadeia, o que tem sido um dos grandes desafios de empresas multinacionais produtoras de alimento e que dependem destes produtores menores para ter acesso aos insumos. Este é o exemplo típico dos laticínios no Brasil e no mundo. Além disso, o projeto foi idealizado de forma que o pequeno produtor não necessite se tornar um especialista na produção de biogás de qualidade, mas siga focado em sua atividade principal enquanto MWM e AUMA se responsabilizam em garantir o resultado pretendido e o retorno sobre o investimento.

O grupo gerador de 32 kW em 60Hz é equipado por um motor MWM de 3.1 litros de cilindrada com sistema de  injeção e controle eletrônico de última geração, desenvolvido para operar em gás natural e biogás. 

O grupo gerador está conectado a um sistema de tratamento e monitoramento da qualidade do gás, de forma que a solução opere conjuntamente, garantindo a maior eficiência na produção de energia elétrica. Os  dados são monitorados  remotamente por um supervisório desenvolvido e validado conjuntamente por MWM e AUMA, informações indispensáveis para que o produtor retroalimente seu processo produtivo de forma a antever qualquer desvio produtivo.

Por ser uma tecnologia e um produto nacional, além da redução do custo de manutenção e suporte local em todo o país, é garantido ao produtor acesso às linhas de crédito do BNDES-FINAME, o que facilita significativamente o crédito e aquisição.

De acordo com José Eduardo Luzzi – presidente e CEO da MWM Motores e Geradores, “Este é um dos diversos projetos em que a MWM está investindo para garantir a sustentabilidade em seu significado mais amplo: benefício ao meio ambiente, desenvolvimento social na geração de empregos e renda, o crescimento do agronegócio brasileiro e na sustentabilidade econômica da companhia”, e complementa dizendo “o Brasil, como protagonista da produção e exportação de alimentos, possui uma biomassa pujante que deve ser utilizada como plataforma global de produção de biocombustíveis, incluindo biodiesel, etanol, biogás, biometano e hidrogênio, suportando os demais países que não tem esta possibilidade para alavancar as suas ações de redução do aquecimento global”.

De acordo com Cristian Malevic – Diretor da Unidade de Motores e Geradores da MWM, “Um dos principais pilares da MWM, além da competência técnica e qualidade em tudo o que faz, é ouvir o cliente e desenvolver soluções que tragam multi-benefícios. A solução desenvolvida em conjunto com a AUMA representa exatamente isto: alavancar a economia circular do agro com produtos locais e tecnologia adequada ao pequeno produtor, enquanto colaboramos para um meio ambiente mais limpo”. E conclui, “Uma solução modular e de alta qualidade se encaixa perfeitamente no momento em que a indústria de alimentos busca meios de descarbonizar a cadeia de suprimentos, dependente de menores propriedades, em meio a recordes na demanda do mercado”.

De acordo com André Holzhacker – cofundador e diretor da AUMA Energia, “Um dos objetivos da AUMA Energia é potencializar resíduos como oportunidade de descentralização do setor energético brasileiro e descarbonização do planeta. Uma visão tão ousada, não poderia se concretizar sem uma parte fundamental do agronegócio e que carece de diversificação de negócios para ampliação de renda, independência e garantia de continuidade da vida no campo. Hoje, contribuímos para que todo gerador de resíduos orgânicos, independentemente de seu tamanho, possa produzir energia de forma eficiente e responsável, com um sistema singular, desenvolvido nacionalmente e com garantia de desempenho. A parceria com a MWM possibilitou a viabilização desse sonho, desenvolvendo e trazendo tecnologia de ponta também para o pequeno produtor.”

A MWM Geradores possui completa rede, com mais de 80 pontos com serviços autorizados e distribuidores em todo território nacional, com equipes tecnicamente capacitadas, com estrutura de atendimento 24 horas por dia, durante os sete dias da semana. Soma-se à força de assistência técnica outros mais de 600 pontos de serviços de motores de parceiros em território nacional, sempre com o objetivo de garantir ao cliente a maior disponibilidade de operação do mercado. E além do Brasil, a companhia já exporta seus geradores para países da América Latina, África, Europa e Oriente Médio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.