Tramontina apresenta novas versões de DPS

A fábrica de materiais elétricos da Tramontina está ampliando a linha de DPS (Dispositivo Protetor contra Surtos), componente responsável pela proteção contra descargas atmosféricas e que serve para minimizar as chances de queima de equipamentos quando ocorrem tempestades com raios, desviando as correntes de surto para a terra.

A linha de DPS TDS da Tramontina agora está disponível nas versões 15kA, 20kA, 45kA, 60kA e 90kA, todos com tensão de utilização de até 275V e próprios para instalação em redes de 127V ou 220V.

Os modelos de DPS da Tramontina estão disponíveis nas classes 1 (para áreas altamente expostas às descargas atmosféricas) e 2 (para descargas atmosféricas indiretas, ou seja, que ocorrem próxima à área de edificação ou redes elétricas). Todos possuem um indicador frontal na cor verde, que muda para vermelho para indicar quando mesmo deverá ser substituído na instalação.

DPS: importante para proteção contra sobretensão de origem atmosférica

Dispositivo que custa poucos reais, se comparado ao preço da maioria dos eletroeletrônicos, o DPS tem uma função importante na instalação: proteger os equipamentos eletrônicos das descargas atmosféricas e dos apagões e instabilidades da rede elétrica, evitando que o liga-desliga, que geralmente acontece nessas ocorrências, queime os aparelhos. O produto detecta a ocorrência de sobretensões transitórias de curta duração na rede elétrica e desvia as correntes de surto para a terra. As sobretensões circulam por três caminhos distintos: rede elétrica, linha telefônica e circuito de antena de TV. Por isso a importância da proteção nas três entradas.

A equipe de engenharia da fábrica de materiais elétricos da Tramontina esclarece que o DPS deve interagir com o sistema de aterramento, para completar a segurança e proteger as pessoas contra as descargas elétricas, bem como as edificações e aparelhos eletrônicos. A atuação do dispositivo não é apenas para as descargas atmosféricas (raios), mas também para sobretensões e instabilidades nas redes das concessionárias de energia.

O DPS deve ser instalado segundo as prescrições da Norma NBR 5410 para instalações elétricas de baixa tensão, a fim de garantir a segurança de pessoas e animais, o funcionamento adequado das instalações e a conservação dos bens. Devido às necessidades das capacidades de corrente e detalhes técnicos necessários para suportar os equipamentos, a Tramontina orienta que o dimensionamento do projeto elétrico seja feito por um engenheiro ou técnico da área elétrica.

2 comentários em “Tramontina apresenta novas versões de DPS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.