BYD Energy: 5 anos de atividades no Brasil

O dia 27 de fevereiro foi histórico para a BYD Energy Brasil. Foi nesta data, em 2017, há cinco anos, que a empresa iniciou suas atividades na planta localizada em Campinas (SP), com a fabricação de módulos fotovoltaicos. De lá para cá, apesar do curto espaço de tempo no país, a empresa se fortaleceu e, atualmente, é considerada uma das principais marcas engajadas em pesquisas e desenvolvimento de tecnologias sustentáveis da América Latina.

“Desde o início, a BYD entendia que havia um grande potencial de mercado para o crescimento de uma tecnologia que ainda começava no Brasil, mas já consolidada no exterior. Por isso, investiu fortemente na área. Hoje, além de representar a maior fábrica em operação e ocupar a posição de maior fabricante do país, já produziu mais de 1,6 milhão de módulos nos últimos cinco anos, trazendo ao mercado grande independência e economia, como fonte de energia limpa e renovável”, diz Adalberto Maluf, diretor de Marketing e Sustentabilidade da BYD Brasil.

Nova linha de produção

A comemoração ocorre em um momento especial com a implantação da nova linha de produção de módulos fotovoltaicos. Além de novos equipamentos de última geração, que permitiram elevar o nível de automação e tecnologia nos processos de fabricação, foram agregadas diversas tecnologias aos produtos como Multi-busbar, half-cell, 1/3 cut cell, micro-gap e negative-gap.

As novas instalações permitiram também que a fábrica se tornasse compatível com todas as dimensões de células fotovoltaicas, atualmente disponíveis no mercado. Assim, agora é possível realizar a laminação e o encapsulamento de módulos convencionais ou double-glass. Outro fato de destaque é que a expansão e transformação dos processos produtivos garantiram à BYD Energy do Brasil triplicar sua capacidade para atingir 0,5 gigawatt, energia suficiente para abastecer uma cidade de até 750 mil habitantes.

Para a BYD Energy do Brasil, a nova linha de produção de módulos fotovoltaicos representa uma grande conquista para todo o mercado. A empresa já havia provado ser capaz de projetar módulos de alta potência e qualidade, e agora mostra sua capacidade também de fabricá-los em larga escala, com nível de produtividade e eficiência idênticos aos padrões globais.

Eficácia e alta tecnologia

Esses fatos atestam o resultado da empresa em pesquisa e desenvolvimento, e vontade de atender à crescente demanda do mercado. Desde 2017, a empresa vem consolidando sua infraestrutura de P&D no Brasil em parceria com a UNICAMP e o Instituto de Pesquisas Eldorado, por meio de incentivos concedidos pelo programa PADIS (Programa de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Indústria de Semicondutores) do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

Em 2021, durante o evento Intersolar South America – maior feira da América do Sul para o setor solar – a BYD Energy do Brasil apresentou novos módulos fotovoltaicos com 450W, 530W e 670W de potência nominal. Com eficiência próxima aos 21%, os produtos são indicados para utilização em sistemas residenciais, agronegócio ou ainda em comércios, indústrias e sistemas isolados off grid. “Isso mostra o quanto a BYD está comprometida em ampliar sua participação no segmento de energia solar no Brasil. A empresa, que já é líder em soluções para um mundo mais sustentável, investe cada vez mais em pesquisa e inovação para criar produtos mais eficientes e adaptados à realidade climática do país”, conclui Adalberto Maluf.

A BYD Energy do Brasil, além de ampliar a sua linha de produtos no mercado e implantar o segundo turno na unidade de Campinas (SP), contratou 32 novos empregados em 2021. Atualmente a empresa tem cerca de 500 colaboradores no país. Para o ano de 2022, a produção e comercialização de módulos solares deve dobrar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.