Tendências que mudarão a automação robótica em 2022

Com a demanda por robôs crescendo à medida que empresas de vários setores buscam novas maneiras de aumentar sua produtividade e competitividade pós-pandemia, a ABB compilou um conjunto de previsões de crescimento, analisando as principais tendências que impulsionam a demanda por robôs no ano.

“A pandemia acelerou megatendências globais de longo alcance – desde escassez de mão de obra e incertezas na cadeia de suprimentos até o consumidor individualizado e a crescente pressão para operar de forma sustentável e resiliente – levando novos negócios a buscar a automação robótica”, diz Marc Segura (FOTO), novo presidente da divisão de robótica da ABB. “À medida que a tecnologia abre novas oportunidades para atender às demandas dos clientes, novas tendências continuarão a surgir e impulsionarão ainda mais a demanda em áreas onde os robôs tradicionalmente não são usados.”

Marc Segura
Novo presidente da divisão de robótica da ABB

Com base em conversas com clientes, pesquisas de mercado e um estudo global com 250 empresas em vários setores, a ABB identificou três tendências principais que moldarão a demanda por robôs em 2022.

Tendência 1 – A revolução EV (veículo elétrico) está trazendo mudanças no atacado para a fabricação

Com muitos países restringindo e eliminando gradualmente a produção de veículos com motor a combustão na próxima década, a corrida em direção aos carros elétricos se acelerou. Os fabricantes e suas cadeias de suprimentos devem enfrentar a complexidade de diversificar em veículos elétricos ao lado de veículos com motor a combustão, para atender às diversas estruturas regulatórias que regem a adoção de EVs em todo o mundo. A velocidade e a flexibilidade adicional necessárias farão com que os fabricantes novos e estabelecidos se afastem da produção linear tradicional, em direção à produção modular e flexível.

Segura afirma: “O EV não é apenas uma mudança no powertrain, mas uma transformação maior em um carro digitalizado. Essa transição também verá a crescente aceitação de robôs em combinação com outras tecnologias, incluindo Robôs Móveis Autônomos (AMRs). Isso permitirá que os fabricantes otimizem a entrega de componentes nas instalações e possibilitem células de produção modulares e escaláveis ​​integradas – métodos tradicionalmente associados ao comércio eletrônico e bens de consumo, mas agora exigidos no setor automotivo para garantir a flexibilidade necessária para atender aos vários níveis de demanda”.

Outra grande mudança fará com que a fabricação de baterias se aproxime da montagem do veículo, para atender aos requisitos regionais e de sustentabilidade, que na maioria dos casos exigem instalações totalmente novas.

Tendência 2 – O boom do comércio eletrônico vai acelerar

O comportamento e as expectativas do consumidor estão levando as empresas a encontrar novas maneiras de satisfazer a demanda, desenvolvendo novos canais por meio do varejo unicanal (omnichannel) e adaptando suas linhas de produção e processos de distribuição para permitir a personalização de produtos e entrega. O cumprimento desses requisitos resultou em milhares de robôs instalados em todo o mundo, onde não eram usados ​​há apenas cinco anos, e essa rápida taxa de automação continuará em 2022, impulsionada por uma combinação de tendências de consumo e uma crescente escassez de mão de obra.

“Essa tendência levará ao crescimento de aplicações robóticas mais leves e menores, permitindo a expansão da automação em novas áreas de operações de armazenamento e distribuição. À medida que a Inteligência Artificial na robótica amadurece e os robôs de aprendizado se tornam populares, podemos esperar ver essas tecnologias implantadas junto com as tecnologias AMR, orquestradas e gerenciadas por software inteligente para fornecer maior flexibilidade, velocidade e eficiência”, continua Segura.

Tendência 3 – Mais robôs aparecerão em mais lugares – e os trabalhadores precisarão de novas habilidades

Robôs menores, mais acessíveis e fáceis de usar, como os cobots YuMi®, ​​GoFa™ e SWIFTI™ da ABB, estão ajudando a remover muitas das barreiras que antes impediam as empresas de investir em robôs. Isso vem resultando em uma aceleração de robôs na indústria em geral e pequenas e médias empresas, à medida que as empresas buscam novas maneiras de automatizar diferentes tarefas.

Segura continua: “Ao olharmos para além de 2022, vemos uma ênfase cada vez maior na conectividade e na aquisição de dados como os principais facilitadores da fabricação futura. Os dados coletados de processos automatizados de forma inteligente serão analisados ​​pelos produtores para tomar decisões mais fundamentadas. Ao mesmo tempo, ferramentas de software de simulação e programação mais avançadas e responsivas, como as do RobotStudio® da ABB, cobrirão todo o ciclo de vida das aplicações robóticas – desde o comissionamento até a produtividade em andamento – usando ferramentas de realidade aumentada e realidade virtual para simplificar a automação para os clientes”.

A capacidade aprimorada dos robôs de trabalhar diretamente ao lado de pessoas, compartilhar tarefas e aprender por meio da IA (inteligência artificial) ​​também está facilitando a adoção de automação inteligente em novos ambientes, como construção, laboratórios de saúde, restaurantes e varejo.

Em um futuro com uma alta prevalência de robôs nos locais de trabalho, engenheiros e funcionários precisarão ser retreinados e mais treinamento robótico será exigido em escolas, faculdades e universidades, para as habilidades de programar, operar e manter robôs para um futuro automatizado.

Uma década de mudança

As tendências descritas para 2022 são o capítulo mais recente da transformação em andamento da automação robótica, que está vendo uma rápida aceleração e adoção de robôs em todo o setor industrial.

“Embora a automação sempre tenha sido relacionada à produtividade e qualidade – escalar, fazer mais – as mudanças que estamos testemunhando hoje (as maiores em uma geração) significam que flexibilidade e simplicidade são a chave para o sucesso”, conclui Marc Segura. “Hoje, a flexibilidade é essencial – é uma necessidade estratégica, essencial em toda a cadeia de valor: desde a fabricação e logística até o ponto de consumo. A automação robótica é um facilitador vital dessa flexibilidade.”

“O objetivo da ABB é ajudar nossos clientes a alcançar essa flexibilidade e agregar valor aos seus negócios, impulsionando a inovação para criar novas possibilidades com robótica, robótica móvel e automação de máquinas, apoiadas pelos serviços digitais e treinamento de que precisam para obter o máximo de seu investimento.”

Um comentário em “Tendências que mudarão a automação robótica em 2022

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.