Benefícios do lighting design

No cenário em que estamos, hospitais e clínicas precisam redobrar cuidados e melhorar estruturas, sendo que a iluminação tem ganhado um papel de cada vez mais destaque, tanto em técnica e economia quanto em segurança e conforto. Por isso, a Expolux, referência para todo o mercado de iluminação da América Latina, separou algumas aplicações que mostram como o lighting design traz benefícios para as instituições de saúde.

O lighting design é um conceito que trata de técnicas de utilização da luz com fim estético ou funcional. Esse tema foi discutido no webinar “Ganhos na saúde em hospitais, clínicas e similares com light design”, realizado em abril pela Expolux e que contou com a participação dos especialistas Fernanda Falcão, Mestra em Arquitetura e Urbanismo pela USP; Dra. h.c Neide Senzi, arquiteta especialista em “Architectural Lighting”; Guinter Parschalk, Arquiteto pós-graduado em Desenho Industrial pela Hochschule für künstlerische und industrielle Gestaltung Linz, na Áustria; e mediação de Isac Roizenblatt, Doutor em Arquitetura e Urbanismo e diretor técnico da Associação Brasileira da Indústria de Iluminação (Abilux).

Confira algumas aplicações de lighting design em instituições de saúde:

1) Iluminação complementar:

As iluminações complementares são posicionadas em quartos e salas de procedimentos para auxiliar em diferentes momentos. A técnica torna o ambiente mais flexível, mais humano e seguro, já que segue normas de saúde. Um único quarto, por exemplo, pode ter um balizador de vigia, para que os profissionais consigam atender sem incomodar o descanso do paciente; luz do acompanhante, para leitura ou realização de outras atividades sem atrapalhar o paciente ou o médico; e a luz de bancada, para que o profissional consiga realizar assepsias de materiais e outros procedimentos sem incomodar o paciente ou quem o acompanha.

2) Iluminação para assepsia:

A luz UV é utilizada com frequência para assepsia não só de materiais, mas também para desinfecção de ambientes e superfícies em geral. Existem 3 tipos de radiação ultravioleta. São elas: UV-A, UV-B e UV-C. Ainda que sejam, cada uma com a sua particularidade, muito indicadas e benéficas para assepsia, os hospitais e clínicas utilizam esses recursos com cuidado, já que, dependendo da quantidade e de como é aplicada, esse tipo de iluminação pode ser extremamente prejudicial à saúde.

3) Interação entre a iluminação artificial e natural:

O ser humano tem um ciclo chamado circadiano, que funciona como um relógio biológico. É através dele que nos adaptamos à vida na terra. Esse ciclo é guiado pela luz, mas quando alterado ele prejudica o sono, humor e a saúde em geral. Por esse motivo, a iluminação deve ser instalada nos hospitais considerando que os pacientes tenham uma conexão com a luz natural também. Por outro lado, a iluminação em hospitais e clínicas pode ser planejada de forma a utilizar diferentes temperaturas (quente e fria) para auxiliar em questões indiretas, como manter os profissionais sempre alertas e longe do sono, por exemplo.

“A indústria da iluminação, além de fundamental, está em constante evolução para atendimento das necessidades de diversos setores. No caso dos hospitais e clínicas, as possibilidades são muitas, tanto para as instituições quanto para as empresas fornecedoras. O papel da Expolux é justamente evidenciar oportunidades e conectar esses players”, explica Ivan Romão, gerente do evento.

2 comentários em “Benefícios do lighting design

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.