Fabricante nacional de luminárias foca na expansão

Com mais de 20 anos de atuação como fabricante de luminárias industriais, a Novvalight teve sua origem da empresa italiana Fael Luce, com mais de 50 anos de mercado. Quando desembarcaram no Brasil, a marca tinha como principal objetivo vender iluminação pública com tecnologia de eletromagnética, porém a competitividade foi crescendo juntamente com o surgimento de novos produtos com especificações menos rigorosas e custos mais acessíveis, sendo necessário migrar para outro tipo de mercado, o industrial, que hoje é o carro-chefe e representa 80% do faturamento da companhia.

“Ao longo dos anos traçamos novos caminhos e fomos desenvolvendo luminárias totalmente eletrônicas e modernas dentro da nossa fábrica própria, com tecnologia 100% nacional. Migramos as luminárias com tecnologia eletromagnética para produtos eletrônicos, então, por conta do LED, hoje toda a iluminação é feita de eletrônica pura. Hoje registramos mais de R$ 30 milhões em faturamento e prevemos fechar 2022 com a marca de R$ 40 milhões. Nos últimos quatro meses aumentamos a receita na base de 25% devido a entrada no mercado de forma mais arrojada e com os lançamentos de produtos para a indústria alimentícia”, comemora o CEO, Roberto Payaro.

Na visão do executivo, um dos marcos mais importantes da companhia foi a saída do capital estrangeiro e a entrada do sócio Antonio Manuel Darias Mendoza para tornar-se uma empresa totalmente nacional, “sem nenhum produto vindo de fora, pois também éramos importadores por conta dessa associação com a Fael Luce”. Atualmente, a Novvalight conta com 100 colaboradores diretos, divididos em 60% da equipe no Paraná, 30% em Minas Gerais e 10% do time em São Paulo. “Temos a pretensão de aumentar esse quadro diante do crescimento do faturamento, mesmo tendo muitos processos automatizados”.

Projetos – área interna e externa

O portfólio da marca é vasto e diversificado, com cerca de 239 produtos disponíveis, divididos em 16 categorias. Os itens de iluminação são destinados para grandes áreas internas e externas, galpões logísticos, portos, aeroportos, áreas de mineração, instalações esportivas, entre outros espaços públicos ou privados.

Hoje, com o advento do e-commerce, muitos galpões logísticos estão sendo construídos com cerca de 40, 50 mil metros de área. Desta forma, até mesmo em função do pé direito elevado, as luminárias da Novvalight, como é o caso da campeã de venda NEXTLED high bay, atendem as demandas de 12, 15 metros de altura em que é preciso um poder de iluminamento muito forte na área interna. Já na parte externa, os projetores de alta potência sempre foram destaques em vendas da marca por causa dos trabalhos executados em portos, aeroportos e área de mineração.

“Possuímos soluções completas até mesmo para áreas de menor porte, como escritórios, supermercados, shoppings centers, fachadas comerciais e de prédios, praças públicas, entre outras. Tivemos a felicidade de iluminar a parte externa da Basílica de Aparecida do Norte, incluindo essa vertente de projetos arquitetônicos que também atuamos”, indica o CEO.

Em termos de novidades, a Novvalight destaca o projetor de alta potência para grandes áreas que, embora as gerações anteriores possuam essas características, esse novo produto terá um rendimento ainda melhor e com capacidades que chegarão a 1.500W de potência com quase 200 mil lumens. Outra conquista da marca é a evolução da luminária hermética INNOVA, disponível em três novas versões: Silver IP66, Black IP69K, Red (emergência) IP66, ideais para câmaras frias.

Representatividade brasileira

Por conta da mineração, Minas Gerais e Pará têm grande representatividade para a Novvalight. Já a parte litorânea do Brasil, como Bahia, Fortaleza, Espírito Santo e demais regiões que possuem portos também estão no escopo de atuação da marca. “A importância é tão grande que criamos uma linha especial em Goiás para uma demanda que não pode aguardar. O fato de sermos nacionais facilita a viabilização dos projetos de iluminação para estes fins, é possível reduzir os prazos de entrega e conseguimos manter um estoque para um atendimento em até 30 dias”, garante Roberto.

Crescimento na pandemia

Os últimos dois anos foram desafiadores para a economia e todos os segmentos do mercado por conta da pandemia, fechamento do comércio, crise econômica, entre outros fatores. Dentro da Novvalight esse movimento não foi diferente, entretanto os resultados foram positivos e acima dos dois dígitos. “Crescemos sustentavelmente nos últimos anos e realizamos um trabalho que nos colocará em destaque em um futuro próximo, adequando os produtos para soluções específicas e que ajudam a melhorar a competitividade dos nossos clientes, como, por exemplo, luminárias com o espectro da luz que ajudam a identificar defeitos ou a classificar produtos nas linhas de produção. Já conquistamos uma posição importante entre as maiores em segmentos específicos, porém o nosso objetivo é ser reconhecido nacionalmente como um grande produtor na área de iluminação”, revela Payaro.

De olho no mercado promissor

De acordo com Roberto, uma das grandes apostas da companhia é o lançamento da luminária hermética, que já fazia parte do portfólio, mas foi totalmente nacionalizada e modernizada. “A nossa expectativa é ganharmos ainda mais notoriedade e competitividade dentro do mercado alimentício com a chegada deste novo item. Nosso principal diferencial é termos fabricação nacional diante dos mais de 50% dos itens vendidos no mercado serem importados, por isso saímos na frente em diversas situações, principalmente nos últimos dois anos com a dificuldade de obter insumos. Além disso, a presença local física é muito importante para trazer ainda mais confiança para o cliente”.

Os planos de investimento e expansão da marca são arrojados: para este ano, o valor destinado para o desenvolvimento de produtos está em torno de 5% a 7% do faturamento. “Para estarmos sempre na vanguarda, nossa equipe de P&D (composta por engenheiros, designers e técnicos) realiza um estudo aprofundado, que necessita constantemente de recursos. Vale a pena ressaltar que não contamos com nenhuma linha de crédito especial. Também nos aliamos com parceiros de peso e credibilidade em players importantes, como é o caso da Philips, que hoje se chama Signify, um fornecedor de componentes. Estamos sempre em busca de aliados, seja para renovar o parque tecnológico, atualizar a linha de produção, buscar tendências em linha com as novas tecnologias, entre outros pontos”, diz o executivo.

Ainda dentro do plano de expansão, a Novvalight está em busca de parcerias com universidades para o desenvolvimento de novos produtos que possam melhorar a vida de muitas pessoas e, assim, produzir um trabalho ainda mais customizado no Brasil, respeitando o clima e demais condições. Outra estratégia é olhar também para a parte de iluminação em granjas, criação de suínos, hortas/plantações em geral, onde a luz tem um papel importante como melhorar o crescimento das plantas, acalmar e confortar os animais. “Tem muitas pesquisas acontecendo com universidades brasileiras e queremos nos associar a elas e expandir esse trabalho, em particular nas regiões de Minas Gerais e no Rio Grande do Sul”.

Por ser muito forte na área de mineração, a empresa também tem planos de expansão para o exterior, visando as minas do Chile, Peru, Equador e Bolívia, por exemplo. “Já contamos com boa penetração no mercado nacional. Recentemente, realizamos nossa pesquisa trimestral de satisfação com mais de 500 clientes, em que obtivemos 75% de respostas consideradas como excelentes em termos de atendimento; 64% atestaram a qualidade dos nossos produtos com grau de excelência; 50% das pessoas enfatizaram o fator de cumprimento dos prazos acordados para entrega de produtos e serviços; e, por fim, 50% alegaram a relação custo x benefício das nossas soluções. Agora, a missão é elevar ainda mais nosso padrão no Brasil e estudar as características e demandas do mercado internacional”, finaliza Payaro.

2 comentários em “Fabricante nacional de luminárias foca na expansão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.