Linha Easergy de relés de proteção

A Schneider Electric, líder global na transformação digital em gestão da energia elétrica e automação, atualizou sua linha Easergy de relés de proteção. Com os novos modelos de entrada Easergy P1, Easergy P3, para as aplicações gerais, e Easergy P5, para aplicações mais exigentes, a linha oferece proteção compreensível para qualquer sistema de média tensão.

Júlio Martins
Vice-presidente da Schneider Electric Brasil

“As empresas querem manter suas operações confiáveis e lucrativas agora e no futuro”, diz Júlio Martins (foto), vice-presidente da Schneider Electric Brasil. “Por esse motivo, a linha Easergy traz as melhores tecnologias e ferramentas digitais que otimizam e facilitam todas as etapas, desde a especificação e o pedido até a operação e manutenção dos equipamentos instalados”.

Cada modelo da linha contempla um conjunto de diferentes funcionalidades, como a conectividade IoT (Internet das Coisas) e ferramentas digitais de fácil utilização. As funções específicas também são disponibilizadas nos modelos da linha para atender a necessidades específicas. O P1, por exemplo, possibilita rápida configuração sem necessidade de software e montagem mais rápida com encaixes por mola.

“Nós temos um profundo entendimento da crescente pressão por eficiência e flexibilidade enfrentada pelas indústrias e concessionárias de energia. Adicionalmente, sabemos que confiabilidade, segurança e segurança cibernética são prioridade para nossos clientes”, explica Martins. “Ao focar nessas áreas, torna-se possível desenvolvermos soluções poderosas e flexíveis, como a linha Easergy, que ajudam as empresas a olhar para o futuro com mais confiança e tranquilidade.”

Maior segurança, confiabilidade e facilidade

A linha Easergy traz tecnologias modernas e digitais que ajudam a proteger melhor as instalações elétricas. São elas:

  • Maior segurança e proteção: com controle baseado na conectividade trazida pela IoT e, em alguns equipamentos, a proteção de arco líder de mercado e segurança cibernética nativa; 
  • Um novo patamar de confiabilidade: comprovado por mais de cem anos de experiência em relés de proteção;
  • Variedade de funcionalidades: que traz mais valor ao usuário, como o P5, com seu modelo extraível único, que permite o restabelecimento mais rápido para o mercado industrial;
  • Retrofit mais fácil: com portas plug-and-play, permitindo melhorias mais rápidas para equipamentos antigos.

Ferramentas digitais mais intuitivas

Com a atualização, a linha Easergy fica ainda mais assertiva e fácil de usar. Suas ferramentas digitais incluem:

  • Ferramenta de configuração on-line para seleção simplificada e programa EcoStruxure Power Build – Medium Voltage para cotação e pedido mais rápido on-line;
  • O programa eSetup Easergy Pro com funcionalidades avançadas que permitem injeção virtual e configuração off-line;
  • O aplicativo EcoStruxure Power Device para maior segurança na operação e manutenção com replicação da interface do relé no tablet ou smartphone;
  • O aplicativo mySchneider para o rápido e conveniente suporte dos especialistas da Schneider Electric.

Linha conectada para um controle e monitoramento mais assertivo

Parte da família de controle e supervisão de potência PowerLogic, da Schneider Electric, a linha Easergy é desenvolvida a partir dos mais de cem anos de experiência em relés de proteção, incluindo os populares Sepam, MiCOM e Vamp.

A linha conectada Easergy faz parte, ainda, do EcoStruxure™, a plataforma aberta e interoperável da Schneider Electric, que disponibiliza produtos conectados, soluções de controle e aplicações, serviços e softwares analíticos. O uso dos relés de proteção Easergy, junto com o EcoStruxure Asset Advisor, ajuda na supervisão em tempo real e na manutenção preditiva dos equipamentos de distribuição críticos.

2 comentários em “Linha Easergy de relés de proteção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.