Elgin aposta em crescimento do setor solar

A Elgin, distribuidora de equipamentos fotovoltaicos e provedora de soluções nas áreas de climatização, refrigeração, iluminação, automação e costura, prevê que a área de energia solar se tornará a divisão mais representativa da empresa em até cinco anos. O grupo acaba de anunciar investimentos da ordem de R$ 140 milhões na unidade fotovoltaica no País para reforço da estrutura e ampliação de estoque para atender o crescimento esperado da demanda este ano.

Créditos: Shutterstock

Para este ano, a organização projeta um crescimento de 150% no volume de negócios na área solar, com ampliação de pedidos de empresas integradoras que atuam em projetos para residências, comércios, indústrias e propriedades rurais no País.

A perspectiva de crescimento para este ano segue a mesma curva de resultado obtido pela empresa no ano passado, quando foi registrado um aumento de 140% nos negócios entre 2019 e 2020. No período, os geradores residenciais lideraram os pedidos na Elgin, com 85% de participação, seguidos pelos geradores comerciais (10%) e industriais (5%).

“A divisão de energia solar é um dos principais focos da Elgin atualmente”, declarou o diretor da divisão de energia solar da Elgin, Glauco Santos. “Desde o ano passado, estamos ainda mais focados no setor, investindo em pessoas, em TI e logística, estreitando o relacionamento com o mercado e melhorando ainda mais nosso atendimento aos parceiros integradores”, destacou o executivo.

O modelo de negócio consiste na distribuição de kits de energia solar fotovoltaica, onde os produtos, como módulos solares fotovoltaicos, inversores de frequência e estruturas de fixação, levam a marca Elgin. “Temos também uma área de engenharia que apoia nossos parceiros integradores no desenvolvimento de soluções técnicas mais elaboradas”, assinalou Santos.

Ele explica que, dentro do atual cenário de mercado aquecido, a empresa está preparada para atender a demanda. “Planejamos de forma antecipada nossa atuação no mercado e estamos mantendo estoque de produtos para garantir o abastecimento de nossos parceiros.”

“Entendemos que os preços estão subindo neste primeiro semestre, o que deve representar algo em torno de 10% a 15% frente aos preços médios de 2020. Acreditamos que o mercado vai crescer e deve dobrar o volume de potência que foi instalada em 2020”, avaliou o diretor.

Santos afirmou que, após o início da crise sanitária, a primeira medida da Elgin foi manter em home-office todos os funcionários que poderiam executar suas atividades remotamente. “Somente as áreas que atuam no segmento produtivo, estão trabalhando presencialmente e seguindo as medidas de proteção.”

A Elgin atua no setor fotovoltaico desde 2017 e, no ano passado, criou uma divisão especifica para ampliar o desenvolvimento dos negócios da companhia no segmento.

2 comentários em “Elgin aposta em crescimento do setor solar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.