Energia renovável

A Solar Coca-Cola, segunda maior engarrafadora do Sistema Coca-Cola no Brasil, e seus Distribuidores Autorizados (DAs) iniciaram em outubro a operação das duas primeiras usinas solares em distribuidores nas cidades de Barra do Corda (MA) e Palmares (PE). Além delas, mais cinco plantas estão em construção nos estados da Bahia, Ceará e Maranhão (que terá duas unidades). O acordo foi fechado com a Insole, uma das maiores empresas de geração distribuída do Brasil.

Mais de 700 painéis de 370W e 450W serão utilizados para gerar energia limpa para as sete unidades, localizadas nas cidades de Barra do Corda (MA), Barreiras (BA), Cascavel (CE), Iguatu (CE), Maracanaú (CE), Palmares (PE) e Tutóia (MA). As usinas terão potência instalada de mais de 361 kWp (kilowatt pico), o suficiente para abastecimento próprio.

“Ao longo dos últimos anos, a Solar Coca-Cola tem investido em iniciativas que viabilizem uma matriz energética cada vez mais diversificada e sustentável para a companhia como um todo. A ação tocada junto aos DA’s é mais um passo importante que estamos dando rumo a efetivação desse planejamento que está se estendendo a toda nossa cadeia de produção e distribuição”, explica Orlando Fiorenzano, diretor de Planejamento Integrado e Suprimentos da Solar Coca-Cola.

A parceria com a Insole vai possibilitar à Solar Coca-Cola implantar energia solar em seus distribuidores autorizados e unidades industriais. De acordo com Ananias Gomes, presidente da Insole, é uma honra participar de um projeto audacioso como esse. “Estamos muito felizes com essa parceria, pois reforça e contribui ainda mais com o nosso propósito de mudar a forma de consumo energético no país, através do uso da energia limpa e renovável. Dessa forma, fortalecemos o nosso papel de empresa ESG (sigla que é usada para medir as práticas ambientais, sociais e de governança de uma organização) e o compromisso que assumimos com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, afirma.

A conclusão dos cinco projetos em fase de implantação está prevista para o primeiro trimestre de 2022. Juntas, as sete unidades vão gerar uma economia de energia superior a R$ 250 mil por ano, além da redução anual da emissão de 36 toneladas de CO2, equivalente a 252 árvores.

“A ideia surgiu da vontade de apoiar os membros da nossa cadeia na aquisição de infraestrutura para o uso de fontes renováveis e sustentáveis nas suas operações. Para isso, organizamos uma espécie de clube de compras, no qual fizemos a ponte entre os DA’s e a empresa fornecedora para a aquisição de um pacote de serviços com um valor de mercado mais competitivo”, conta Luciano Gomes, diretor Comercial da Solar Coca-Cola. Atualmente, a Solar conta com 63 DA’s em nove estados.

Fontes sustentáveis – Além dos projetos realizados em parceria com os distribuidores, a Solar Coca-Cola desenvolve outras ações nas suas unidades corporativas e fabris. Em 2021, a companhia alcançou a marca de 50% do seu consumo originados de fontes renováveis.

Com uma matriz energética diversificada, que inclui fontes como solar e eólica, a Solar já deixou de emitir mais de 2,6 mil toneladas de CO2 somente em 2020. Neste ano, a companhia está construindo outras duas usinas solares na Bahia e no Mato Grosso, que irão suprir a necessidade energética de 10 Centros de Distribuição e que terão potência instalada de 450 kWp.

Já nas fábricas da Solar, parte da energia consumida tem origem no parque eólico da Brennand, em Sento Sé, no interior da Bahia. A iniciativa é fruto de uma parceria firmada entre a companhia e o grupo Brennand (PE) e tem como meta chegar a 100% das unidades abastecidas com energia oriunda de fontes renováveis até 2025.

Visando alcançar esse marco, em parceria com a Insole, a empresa está construindo na fábrica do Mato Grosso um estacionamento solar. O projeto agrega à função original do estacionamento a produção de energia solar, mudando a forma de se consumir energia e reforçando os investimentos na sustentabilidade da matriz energética da Solar Coca-Cola.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.