Redução do consumo de energia elétrica

A Ambev, ao lado da Gebras, Schneider Electric e do Pacto Global, da ONU, acaba de expandir sua plataforma inteligente, acessível e gratuita, para ajudar, além das indústrias, mais de um milhão de bares e restaurantes espalhados pelo Brasil a reduzirem o consumo de energia elétrica em até 15% no momento da retomada mais segura e agora com 100% da capacidade de operação reestabelecida.

Créditos: Shutterstock

A SaveE é uma plataforma de eficiência energética, capaz de analisar e traçar um diagnóstico de consumo dos estabelecimentos usuários, gerando um plano de ação imediato na economia da conta de luz. Com os bons resultados obtidos com as indústrias, a expansão da iniciativa surge como uma medida de apoio, com resultados comprovados em até três meses, para ajudar pontos de venda a fazerem sua parte contra um possível colapso no sistema energético do país, que enfrenta problemas com a escassez de água.

O objetivo das empresas privadas e do Pacto Global, iniciativa da ONU para engajar organizações na adoção dos dez princípios nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e anticorrupção, no projeto é fornecer uma ferramenta para empoderar todas as camadas da economia a realizarem a autogestão de seus negócios com foco em economia energética, além de oferecer informações e mais de 500 tipos de conteúdo educativos que possam ajudar a reduzir custos e ter um desempenho mais sustentável.

Para Rodrigo Figueiredo, VP de Sustentabilidade e Suprimentos da Ambev, as empresas têm um papel fundamental na adoção de práticas e soluções que caminham para um mundo mais sustentável para todos, indo além de problemas diretamente ligados ao negócio. “Hoje, nossa preocupação está em como solucionar problemas que perduram há anos. Na Ambev, já adotamos várias medidas para reduzir o consumo de energia, e queremos engajar nosso ecossistema de parceiros a fazerem o mesmo nesse momento, pensando no futuro que estamos construindo”, conta.

Os resultados – O projeto piloto da plataforma SaveE começou em 2019 e os resultados apresentados foram promissores. Ao analisar e entender a rotina de consumo de cinco bares e restaurantes em diferentes pontos do país, a Gebras, grupo energia do Brasil, quem liderou o projeto experimental, constatou que ao adotarem 100% do plano de ação da SaveE, os pontos de venda geraram uma economia de mais de 25 mil kWh por ano, evitando a emissão de mais de quatro toneladas de CO2 no período de 12 meses. A redução no consumo desses cinco pontos de venda representa o abastecimento de 13 casas com quatro moradores.

“Um dos mantras na indústria para ser competitiva e sustentável é produzir mais com menos. Nesta conjuntura, em que os custos energéticos estão exorbitantes, a plataforma SaveE é uma importante ferramenta nos primeiros passos para trilhar o caminho da eficiência energética”, detalha Victor Hugo, gerente de Energia da Abrace.

De acordo com João Carlos Souza, gerente de Sustentabilidade Corporativa para América do Sul da Schneider Electric, além de a empresa estar comprometida em aumentar a eficiência de suas próprias operações, ela também oferece soluções de consultoria para ajudar outras empresas a serem mais eficientes no uso de sua energia, reduzindo custo, consumo e impacto no meio ambiente. “Com SaveE, estamos disponibilizando capacitações técnicas relacionadas a diversos temas no mundo da energia, assim como algumas de nossas soluções de gestão de energia e sustentabilidade para empresas que buscam o melhor uso de recursos energéticos”, explica.

A plataforma SaveE conta também com um ambiente para indústrias, que foi lançado em 2019 com o objetivo de compartilhar boas práticas e apoiar outras indústrias na jornada para aumentar a eficiência energética e diminuir o consumo de energia elétrica, reduzindo também as emissões de carbono em suas operações.

2 comentários em “Redução do consumo de energia elétrica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.