Retrofit em prédio inteligente

Em parceria com a Schneider Electric, líder global em transformação digital e gerenciamento e automação de energia, a BR Properties, empresa de investimento em imóveis comerciais, modernizou os sistemas eletrônicos de um de seus principais empreendimentos. O Ventura Corporate Towers, no Rio de Janeiro, passou por atualização e ampliação dos sistemas eletrônicos, para melhorar a segurança operacional e a eficiência energética. 

Créditos: Shutterstock

“Nosso desafio inicial era a modernização dos sistemas eletrônicos do Ventura, visto que a primeira torre foi construída em 2008, e a segunda, em 2010. Observamos que o edifício necessitava de recursos tecnológicos compatíveis com a grandeza do empreendimento”, diz Fernando Carrasqueira, responsável pela administração predial no Ventura Corporate Towers.

Nesse sentido, foram renovados o Sistema de Controle de Acesso (SCA) e o Sistema de Circuito Fechado de Televisão (CFTV). Além desses, o Sistema de Detecção e Alarmes de Incêndio (SDAI) e o Sistema de Supervisão Predial (Building Management System – BMS). O projeto de retrofit teve início em 2018, e a implementação durou 120 dias.

“Entre os fatores que precisávamos melhorar estavam as ‘zonas escuras’ no CFTV em áreas comuns, locais que deveriam ter equipamentos de monitoramento. Com isso, ampliamos o número de câmeras de 100 para 250 e migramos do sistema analógico para 100% digital”, explica Rafael Rodrigues, gestor de engenharia no condomínio Ventura Corporate Towers. Segundo o executivo, as ações permitiram que o sistema contemplasse a instalação de uma rede de equipamentos com cabeamento estruturado totalmente dedicada aos sistemas eletrônicos.

Os equipamentos BMS já eram de alguma forma da marca Schneider Electric. Isso porque, inicialmente, a tecnologia dos sistemas era da marca Andover Controls, que, atualmente, pertence à Schneider. Os equipamentos do mesmo fornecedor permitiram manter boa parte do parque, pois trouxeram compatibilidades de hardware e software. As ferramentas de conversão de banco de dados da Schneider Electric foram um diferencial na migração entre as diferentes linhas desse sistema. Com isso, o edifício ganhou um upgrade nos principais equipamentos do BMS e também no servidor do Sistema Supervisório. 

A integração das tecnologias da Schneider foi realizada por meio da empresa SLG Smart, que é certificada pela marca e venceu o processo de concorrência. Para a BR Properties, o projeto elaborado pela Jugend Engenharia de Automação devia possibilitar a economia de energia elétrica e dos recursos operacionais. Desse modo, a empresa pretende manter a qualidade de suas instalações e, assim, garantir seus certificados já adquiridos, como o LEED Gold, que reconhece eficiência energética. 

Entre as soluções apresentadas para o BMS estão o controle geral de ar-condicionado (Central de Água Gelada – CAG), a Central de Água de Condensação (CAC), os Condicionadores de Ar (Fancoils) e o Controle de Caixas de Volume de Ar Variável (VAV). “Mantivemos os medidores próprios da Schneider, mas agregamos novas interfaces operacionais, relatórios específicos e dashboards”, afirma Fernando.

As atualizações dos sistemas do Edifício Ventura já estão dando bons resultados. A BR Properties destaca a economia de gastos de 15% com o Sistema de Controle de Ar-Condicionado.  “O retorno do investimento realizado já foi significativo logo após a entrega dos sistemas. Com isso, em nossas projeções, a economia de recursos é ascendente, e será ainda maior com nossas estratégias operacionais”, diz Rafael.

Um comentário em “Retrofit em prédio inteligente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.